Coreia do Norte se recusa a aceitar 3 milhões de doses de vacina chinesa

Publicado em 3 de setembro de 2021, em Ásia

As Nações Unidas disseram que o Norte rejeitou doses da Sinovac. O país isolado ainda insiste que precisa constatar quaisquer casos de coronavírus.

Neste Artigo:
Caixa e frascos de vacina contra coronavírus da Sinovac (banco de imagens)

A Coreia do Norte se recusou a aceitar 3 milhões de doses de vacina chinesa, dizendo que elas deveriam ser realocadas para nações mais duramente atingidas pela pandemia.

Publicidade

Um porta-voz das Nações Unidas disse que o país havia solicitado que as vacinas da Sinovac fossem enviadas a outros lugares para ajudar nações mais pobres a receberem imunizantes.

A Coreia do Norte foi o primeiro país a impor um lockdown rigoroso quando fechou suas fronteiras em janeiro de 2020 para deter a propagação do vírus da China, onde ele surgiu pela primeira vez antes de arrasar com o mundo.

Pyongyang continua a insistir que ainda precisa ver quaisquer casos do vírus – uma afirmação que causa dúvida entre analistas – mas pagou um preço caro pelo bloqueio, com o regime admitindo em junho que estava enfrentando uma “crise de alimentos”.

Desde 19 de agosto, os números oficiais da Organização Mundial da Saúde – OMS mostraram que a Coreia do Norte não havia reportado casos de Covid-19, apesar de fazer fronteira com a China.

Alguns analistas estrangeiros sugerem que o vírus se espalhou no país em março de 2020, enquanto foi reportado pelo China Morning Post que 180 soldados morreram em decorrência de sintomas da Covid-19 em janeiro e fevereiro de 2020.

As reportagens afirmaram que médicos foram solicitados a se manterem em silêncio sobre o vírus para não manchar a imagem de Kim Jong-un entre a população do país.

Fonte: Daily Mail


Vamos comentar?


.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão