Bombeiro mentiu sobre ter covid e tirou licença remunerada para ir a resort

Publicado em 5 de agosto de 2021, em Notícias do Mundo

O bombeiro de 38 anos foi acusado de roubo após ter pego licença remunerada por cerca de 1 mês enquanto mentia sobre estar com Covid-19.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Um bombeiro de Dallas, nos EUA, foi acusado de roubo após ter pego licença remunerada por cerca de 1 mês enquanto mentia sobre testar positivo para Covid-19.

Publicidade

William Jordan Carter, de 38 anos, que trabalha no Departamento de Incêndio e Resgate de Dallas há 14 anos, foi preso em 30 de julho e uma fiança foi estabelecida a US$1,5 mil, de acordo com registros da corte. Ele não está mais sob custódia desde a quarta-feira (4).

Carter pediu folga em 24 de março porque sua esposa estava com Covid-19, de acordo com um depoimento para seu mandado de detenção. Uma semana depois, ele solicitou mais uma semana, dizendo que sua filha havia testado positivo para o vírus. Dois dias antes de voltar ao trabalho, Carter reportou ao departamento que estava doente e havia testado positivo para coronavírus, segundo o depoimento.

O departamento de bombeiros tem uma política de recomendar que socorristas fiquem em casa se eles testarem positivo ou se alguém com quem eles moram tiver resultado positivo.

Quando o vice-chefe Lauren Johnson pediu a Carter que fornecesse uma cópia de seus resultados de testes, ele disse que não havia sido testado e acreditava que tinha o vírus, diz o depoimento. Carter também não apresentou documentos dos resultados de testes de sua família. O vice-chefe perguntou a Carter por que ele fez as declarações falsas.

“Ganância, acho”, respondeu Carter.

Registros bancários no depoimento mostram que  Carter fez várias compras no Texas em meados de abril durante seu tempo fora, incluindo cerca de US$1,4 mil no Kalahari Resort, um grande parque aquático coberto e resort em Round Rock, no Texas.

Documentos da corte determinam que Carter recebeu US$12.548.86 em três pagamentos separados ao longo de sua licença.

Durante sua licença, Carter era verificado diariamente pelo departamento de bombeiros como parte de seu programa de monitoramento, no caso da condição do funcionário piorar. Ele era contactado por mensagem ou ligação todos os dias, e um relatório de seu tempo fora era apresentado a uma unidade de integridade pública, de acordo com o depoimento.

Jason Evans, porta-voz do departamento de bombeiros de Dallas, confirmou que Carter estava sob licença administrativa paga enquanto uma investigação interna está em curso.

Fonte: CNN

Poderia avaliar este conteúdo?

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Palavras-chave neste artigo

Vamos Comentar?

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken