Avião das Forças Armadas do Japão some do radar em Hokkaido

Um avião das Forças de Autodefesa do Japão que estava transportando um paciente sumiu do radar. Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mesmo modelo da aeronave que sumiu dos radares

Por volta do meio-dia de segunda-feira (15), uma aeronave de reconhecimento LR2 das Forças Aéreas de Autodefesa do Japão (Jieitai) sumiu dos radares quando estava sobrevoando uma área montanhosa afastada a 30km a oeste do Aeroporto de Hakodate.

Publicidade

Nesta aeronave estavam 4 oficiais da Jieitai, sendo dois pilotos e dois tripulantes. Segundo o Ministério de Defesa, a aeronave estava transportando um paciente de emergência por pedido do governo de Hokkaido. O avião havia decolado do Aeroporto de Okadama, na cidade de Sapporo, por volta das 11h23.

A aeronave estava indo ao Aeroporto de Hakodade para transportar o paciente. Contudo, por volta das 11h47, a comunicação com o controlador de tráfego aéreo se perdeu e, após isso, sumiu dos radares.

A Jieitai acredita que ocorreu algum acidente durante o percurso e movimentou 60 oficiais para procurar pela aeronave.

Segundo a base de Chitose das Forças Aéreas de Autodefesa, foram enviadas aeronaves de resgate U125 e um helicóptero UH60.

Tempo instável em Hokkaido

Segundo a Agência Meteorológica do Japão (JMA, sigla em inglês), o tempo estava instável em Hokkaido. Um centro de baixa pressão atmosférica estava se aproximando da província, trazendo ventos um pouco fortes. De acordo com a JMA, ventos de 35km/h foram observados no Aeroporto de Hakodate por volta do meio-dia.

No momento do acidente, na altitude de 200 metros, o tempo estava nublado e estava chovendo levemente.

Fonte: NHK News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Conselho de Segurança das Nações Unidas fará reunião de emergência sobre a Coreia do Norte

Publicado em 15 de maio de 2017, em Notícias do Mundo

Após desafio da Coreia do Norte, ONU convocará uma reunião de emergência na terça-feira. Veja mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Coreia do Norte disparou um míssil balístico na manhã de domingo que caiu no Mar do Japão (NHK)

O Conselho de Segurança das Nações Unidas planeja convocar uma reunião de emergência sobre a Coreia do Norte na tarde de terça-feira (16) na sequência de seu último teste de míssil balístico, segundo uma fonte diplomática.

Publicidade

O plano se manifestou após o Japão, os Estados Unidos e a Coreia do Sul terem feito um pedido no domingo. Uma vez que tal reunião é realizada, o Conselho de Segurança composto por 15 membros poderá considerar emitir um comunicado de imprensa denunciando o novo teste de Pyongyang como uma violação das resoluções passadas das Nações Unidas.

Um comunicado de imprensa do Conselho de Segurança não tem poder vinculado, mas para emitir tal declaração a aprovação de todos os 15 membros é necessária a princípio.

É provável que o Japão, os Estados Unidos e a Coreia do Sul façam um apelo aos países membro das Nações Unidas para executar sanções pesadas sobre Pyongyang. A embaixadora dos EUA para as Nações Unidas, Nikki Halley, indicou no domingo que o o Conselho de Segurança deve impor sanções mais pesadas sobre o Norte como um embargo ao petróleo.

A Coreia do Norte disparou um míssil balístico na manhã de domingo que caiu no Mar do Japão, em desafio aos alertas internacionais.

A mídia oficial do país disse que realizou com sucesso o teste de um novo tipo de míssil balístico de alcance intermediário. “O míssil, chamado de Hwasong-12, atingiu de forma precisa o alvo em águas abertas a 787km de distância após voar uma altitude máxima de 2.111.5km”, divulgou a Agência de Notícias Central Coreana.

Pyongyang continua conduzindo testes nucleares e de mísseis balísticos, apesar de estar sujeita à múltiplas sanções internacionais.

Fonte: Kyodo
Imagem: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência