Empresa apresenta ‘robô sacerdote’ em grande feira funerária do Japão

A empresa disse que programou o ‘robô sacerdote’ para ajudar com tarefas em templos. Saiba mais.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A empresa programou o robô para ajudar com tarefas em templos, incluindo a leitura da escritura budista durante cerimônias fúnebres (Business Insider)

A empresa japonesa Nisseieco Co. Ltd revelou um “robô sacerdote” que ela programou para ajudar com tarefas em templos, incluindo a leitura da escritura budista durante cerimônias fúnebres.

Publicidade

O robô humanoide, Pepper, desenvolvido pela empresa de telecomunicações SoftBank, foi visto em ação vestido com um manto budista entoando sutras na maior feira funerária do Japão.

Michio Inamura, o conselheiro executivo da empresa, disse que o robô seria capaz de exercer responsabilidades religiosas que cada vez mais são negligenciadas na sociedade, assim como pessoas afiliadas a templos está em declínio no país.

“A quantidade de famílias afiliadas a templos e o dinheiro doado aos sacerdotes estão em declínio, principalmente no interior do país, e o modo de vida dos sacerdotes foi afetado. Muitos deles passaram a exercer trabalhos a tempo parcial para sobreviver, e isso significa que eles não têm tempo para ler o sutra para Buda de manhã e à noite, então, achamos que Pepper poderia preencher esse papel de adoração”, disse Inamura.

Ele salientou que o robô seria uma opção mais barata para as famílias, custando 50.000 ienes por funeral se comparado ao custo típico de mais de 240.000 ienes por um sacerdote humano.

Embora a exibição tenha atraído vários visitantes, alguns ficaram na dúvida se um robô poderia exercer tarefas religiosas. Um sacerdote disse que ele estava na feira para observar se Pepper era ou não capaz de “incorporar” a fundação espiritual da religião.

O robô sacerdote ficou em exibição no Centro de Exibição Internacional de Tóquio entre os dias 23 e 25 de agosto.

Assista ao vídeo do robô sacerdote que ficou em exibição na maior feira funerária do Japão:

Fonte, vídeo e imagens: Business Insider

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Aumento médio de 10% nas tarifas das encomendas dos Correios

Publicado em 26 de agosto de 2017, em Sociedade

Com o anúncio dos Correios, as 3 maiores companhias ficaram alinhadas no aumento das tarifas de entrega das encomendas, afetando o bolso do consumidor.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Com o anúncio dos Correios, as 3 maiores terão aumento das tarifas em épocas diferentes (ANN/JNN)

Os Correios (Japan Post) anunciaram na sexta-feira (25) que elevarão os preços das tarifas. O aumento médio de 10% atingirá o consumidor final. O produto que os Correios irão reajustar a tarifa é o Yu-Pack. A partir de março do ano que vem, uma encomenda custará 100 a 200 ienes a mais.

Publicidade

Tanto para os Correios como para as demais companhias de entrega de encomendas (takkyubin), a dor de cabeça tem sido a falta de mão de obra. Isso ocasiona aumento do custo de pessoal. Segundo fontes da ANN, o aumento da tarifa vai ser em média de 10%. No entanto, quanto maior o volume da encomenda, maior o aumento.

Encomendas mais caras nas 3 maiores companhias

As demais companhias de entrega de encomenda já tinham anunciado aumento nas suas tarifas. A maior de todas, a gigante Yamato Unyu, terá novas tarifas a partir de outubro deste ano.

A segunda maior, Sagawa Kyubin, a partir de novembro deste ano. Assim, as 3 maiores do mercado – incluindo os Correios – ficarão alinhadas no aumento do takkyubin.

O aumento das tarifas afetam diretamente as empresas de venda online como Amazon, Rakuten e outras. Igualmente, vai fazer o consumidor final desembolsar mais para a entrega da encomenda.

A reentrega, no caso do consumidor não se encontrar em casa, custa caro para as companhias. Para evitar isso os Correios querem implementar um serviço para estabelecer o horário e o local da entrega.

Fontes e fotos: ANN e JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância