Brasileiro é preso por violência contra a mulher

Na tarde de quinta-feira a polícia de Iga prende brasileiro em flagrante, por violência doméstica.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Brasileiro de Ibaraki está desaparecido

Publicado em 20 de outubro de 2017, em Comunidade

O brasileiro Eiji Yuki, de Ibaraki, está desaparecido desde 8 de outubro, domingo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O brasileiro Eiji Yuki, 25 anos, residente em Tsukuba, está desaparecido desde 8 de outubro (fotos cedidas)

O brasileiro Eiji Yuki, 25 anos, residente em Tsukuba (Ibaraki), deveria ter ido para o trabalho no domingo, dia 8, à noite, para o turno noturno (yakin).

Publicidade

Ele não compareceu, tampouco avisou que não iria trabalhar. Amigos ficaram preocupados e avisaram a irmã. Erika reside em Yokohama (Kanagawa), mas foi até Tsukuba para registrar a ocorrência do desaparecimento do irmão na polícia, no dia 10. Ainda não tem nenhuma notícia. Os dois irmãos já moraram em Toyota (Aichi) quando chegaram no Japão, há 2 anos. Depois, se mudaram para as cidades onde residem atualmente. 

Conversou com os colegas para tentar obter informações, além de ir ao apartamento onde mora o irmão. Lá, viu que ele deixou o passaporte. “Acredito que tenha saído só com a carteira e documentos como o Zairyu Card”, explica.

No Consulado-Geral do Brasil em Tóquio soube que ele tinha agendado consulta com um psicólogo. Isso foi dias antes do desaparecimento e a consulta seria em 13 deste mês, mas ele não apareceu. Erika pensa que ele pode estar com depressão. Ele teria informado no telefonema para o consulado que seu endereço era num net café, o que causou estranheza. Por outro lado, a irmã contou que ele gosta de games. 

Seus pais se agilizaram para pedir o visto e embarcarão no sábado (21) para virem ao Japão. Querem ajudar a localizar o filho.

Eiji Yuki é magro, tem cerca de 1,65 m de altura e fala muito pouco o idioma japonês. Quem tiver informações, pode entrar em contato com a irmã – Erika – pelo telefone 070-3537-6955. Ela trabalha das 13h às 21h, horário que não pode atender.

Fotos: cedidas

Salvar

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância