Alarme falso de míssil balístico gerou pânico no Havaí

Autoridades no Havaí pediram desculpas pelo falso alarme de emergência emitido no sábado (13).

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O alarme foi emitido pela manhã, às 8h07 (horário local), como mensagem de texto a telefones celulares (NHK/reprodução)

Autoridades no Havaí, território dos Estados Unidos, pediram desculpas pelo falso alarme de emergência emitido no sábado (13) de um iminente ataque de míssil norte-coreano, dizendo que foi causado por erro humano.

Publicidade

O governador do Havaí David Ige e oficiais da Agência de Gestão de Emergência explicaram em uma conferência de imprensa que um funcionário da agência apertou o botão errado durante a troca de turno.

Ige pediu desculpas pelo erro, dizendo o falso alarme afetou muitas pessoas. Ele frisou que o estado realizará medidas para assegurar que isso não aconteça novamente.

O alarme foi emitido pela manhã, às 8h07 (horário local), como mensagem de texto a telefones celulares e dizia “Alerta de emergência ameaça de míssil balístico em direção ao Havaí”. Busque abrigo próximo. Isso não é um treinamento”.

O alerta foi retirado 38 minutos depois, em uma segunda mensagem, afirmando que não houve ameaça de míssil ou perigo e que a primeira mensagem havia sido um alarme falso.

Oficiais disseram que um funcionário em questão notou o erro quando ele encontrou a mensagem em seu próprio telefone celular.

A mídia local disse que o alerta falso espalhou pânico entre os turistas, assim como residentes da ilha. Procedimentos de embarque foram suspensos no aeroporto internacional em Honolulu.

Fonte e imagem: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Neve intensa continua afetando várias áreas do oeste ao norte do Japão

Publicado em 13 de janeiro de 2018, em Tempo

Mais neve está prevista, informou a AMJ, principalmente em áreas banhadas pelo Mar do Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Desde as 11h deste sábado, na cidade de Ono (Fukui), houve acúmulo de neve de 83 centímetros (NHK/reprodução)

De acordo com a AMJ – Agência Meteorológica do Japão, algumas áreas montanhosas nas áreas oeste ao norte do arquipélago registraram acúmulos de neve de 30 a 50 centímetros nas 24 horas até o meio-dia deste sábado (13).

Publicidade

Desde as 11h deste sábado, na cidade de Ono (Fukui), houve acúmulo de neve de 83 centímetros e em Kitahiroshima (Hiroshima), 128 centímetros.

Já na cidade de Niigata (província homônima) a queda de neve foi oito vezes maior que a média nessa época do ano.

Mais neve está prevista, informou a AMJ, principalmente em área banhadas pelo Mar do Japão. A AMJ fez um alerta sobre estradas congeladas e avalanches.

Na província de Ishikawa, uma mulher de 91 anos foi encontrada morta em um canal de drenagem na sexta-feira (12). Acredita-se que ela tenha caído enquanto fazia remoção de neve. Segundo a província, outras 10 pessoas ficaram feridas enquanto tiravam a neve de suas casas.

A neve pesada na cidade de Sanjo (Niigata) também deixou um trem de passageiros imobilizado por mais de 12 horas na quinta-feira (11). Cerca de 430 pessoas ficaram presas dentro dos vagões.

Segundo a operadora, a East Japan Railways Company, mais de nove horas foram necessárias para um limpa-neves chegar até o local.

Fonte e imagem: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância