Abe quer mais trabalhadores estrangeiros

Apesar da proposta de expansão para receber mais trabalhadores estrangeiros, o governo deixou claro que não pretende adotar política de imigração.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pequenas e médias empresas do Japão sofrem com falta de mão de obra e governo quer suprir com estrangeiros (Pixabay)

Na reunião do Conselho Econômico e Fiscal realizada na terça-feira (20), o primeiro-ministro Shinzo Abe ordenou aos ministros ​​que examinem de forma concreta as medidas para expansão da aceitação de mais trabalhadores estrangeiros.

Publicidade

Abe disse “as pequenas e médias empresas enfrentam um grave problema, o da falta de mão de obra. Há necessidade urgente de analisar um sistema de aceitação de técnicos e especialistas”. Ele analisa que mesmo contando com a inteligência artificial-IA e tecnologia o Japão não consegue suprir a alta demanda, por conta da diminuição da população.

Na revisão da lei de controle da imigração espera-se a inclusão de mais técnicos e especialistas, além dos 18 tipos de visto que incluem médicos e professores universitários, por exemplo.

Abe pretende incluir as medidas na estratégia de crescimento a ser apresentada em junho deste ano.

Por outro lado, o primeiro-ministro enfatizou que na expansão para aceitação dos trabalhadores estrangeiros não se inclui a política de imigração. Ele apresentou a ideia de implementação sob condições como limitar a permanência e não aprovar a vinda da família.

Fontes: Mainichi e JNN
Foto: Pixabay

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Uber introduzirá serviços em todo o Japão

Publicado em 22 de fevereiro de 2018, em Sociedade

O serviço da Uber só é permitido em localizações limitadas no Japão – algumas áreas rurais em Hokkaido e na província de Quioto.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Os Jogos Olímpicos em Tóquio são uma boa oportunidade para aumentar os negócios da empresa, disse seu CEO (imagem ilustrativa)

A Uber Technology Inc. visa introduzir seus serviços através de um aplicativo de transporte que permite a busca por motoristas baseada na localização (em inglês e-hailing) em todo o Japão até por volta de 2020, disse seu chefe executivo na terça-feira (20).

Publicidade

“No Japão estamos muito focados na parceria com atuais participantes na área de táxis”, disse Dara Khosrowshahi, que está visitando o Japão pela primeira vez, durante uma entrevista para a Kyodo.

O CEO disse que vê os Jogos Olímpicos em Tóquio como uma boa oportunidade para aumentar os negócios da empresa, notando que o Japão é um grande mercado para táxis.

O serviço e-hailing oferecido pela empresa, uma das operações principais da Uber que envolve veículos privados, vem sendo desafiado por regulamentações japonesas, e só é permitido em localizações limitadas – algumas áreas rurais em Hokkaido e na província de Quioto.

Também na terça-feira, a Sony Corp disse que se juntará a seis operadoras de táxi nacionais para desenvolver um aplicativo e-hailing que usa inteligência artificial a fim de prever demanda potencial e operar veículos de forma mais eficiente.

Fonte: Kyodo
Imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância