Promotoria pede prisão perpétua para brasileira Kate Yuri

“Vi uma pessoa parecida comigo esfaqueando”, disse a ré Kate, durante a audiência de quinta-feira em Osaka. Prisão perpétua ou sentença de morte?

Kate Yuri Oishi quando chegou da China (Mainichi)

Na quinta-feira (7) foi realizada mais uma audiência no Tribunal de Osaka, onde a ré brasileira Kate Yuri Oishi, 34, está sendo julgada pelo homicídio da ex-colega e enfermeira Rika Okada.

Publicidade

Na audiência do dia anterior a mãe e a irmã mais velha da vítima teriam dito, em lágrimas, que desejam “pena capital pelo crime ultrajante”. Durante o depoimento para o juiz a mãe declarou “minha filha foi brutalmente assassinada por causa do desejo ultrajante da ré, depois a enviou por correio como bagagem e abandonada em um depósito. Quero que pague pelo crime com sua vida”.

Prisão perpétua

De acordo com a promotoria Kate Yuri e Rika estudaram juntas no primário e ginásio, na província de Nara.

O crime ocorreu em 22 de março de 2014, no apartamento da enfermeira Rika, em Nishinari-ku, cidade de Osaka (província homônima). Kate teria usado uma faca para o crime, perfurando 55 vezes o abdômen e tórax do seu alvo.

Teria levado 6 mil ienes em dinheiro, documentos e cartões de crédito da vítima. Mais tarde usou os documentos para obter passaporte falsificado, se passando pela vítima, para sair do país. Usou também os cartões de crédito.

Kate teria comprado uma faca para o crime, portanto, está sendo julgada pelo homicídio previamente planejado.

A brasileira flagrada na China com sua amiga, logo depois do crime (Kansai TV)

Nessa ocasião ela morava em Kanto e estava com o visto de permanência vencido. A acusação apontou que “a ré agiu egoisticamente a fim de obter o passaporte para poder viver ao lado de uma mulher chinesa, com quem se tornou íntima”.

Pediu prisão perpétua para Kate.

Grau de responsabilidade criminal

Não há disputa sobre os fatos, entre a defesa e a acusação. A questão principal é sobre o grau de responsabilidade criminal. No julgamento a defesa argumentou que Kate estava em um estado de profundo constrangimento devido à PID-perturbação de identidade dissociativa ou transtorno dissociativo de identidade, já que a capacidade de controlar o comportamento da outra personalidade foi significativamente diminuída no momento do crime.

Questionada, a ré Kate declarou “vi de cima uma pessoa parecida comigo esfaqueando uma vez”. Ela continua afirmando que não tem na sua memória a visita ao apartamento da vítima, a enfermeira Rika.

Ao ser perguntada a sua opinião Kate afirmou “não é fato que eu tenha feito algo de ruim. Não sei o significado de estar aqui”.

De um lado há o pedido de condenação à morte e de outro o de prisão perpétua. Qual será a sentença ainda não se sabe, mas será dada em 14 deste mês.

Fontes: Sankei e Asahi 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Educando crianças com necessidades especiais

Publicado em 7 de março de 2019, em Juliana Palma

Sugestões para famílias que tem a linda e às vezes a árdua missão de educar crianças com necessidades especiais.

Publicidade

A criança com mais de uma deficiência representa um grande desafio para a família. Foi demonstrado que muitas delas podem obter grandes progressos se suas necessidades forem adequadamente satisfeitas.

Cada criança possui necessidades diferentes, e os programas devem ser desenvolvidos baseando-se na crença de que cada uma tem capacidade de crescer e aprender. É muito normal que os pais se sintam angustiados e desorientados; por esse motivo, você pode ter a tendência de proteger muito seu filho.

Não se preocupe em cometer erros; é melhor tentar fazer algo do que nunca arriscar. Se algo que você tentar realizar com seu filho não funcionar, tente fazer de outra maneira.

Evite proteger muito seu filho. Passeie com ele para que possa tocar, escutar, cheirar, provar e “ver”.

Movimente, segure no colo e abrace o seu filho; incentive os outros membros da família ou amigos a fazer o mesmo.

Ajude seu filho a formar uma ideia positiva de si mesmo, permitindo que ele tome decisões e que experimente ter sucesso.

Estimule todos os seus sentidos – tato, paladar, ouvido, olfato e visão – de maneira que eles sejam parte das atividades da vida diária da criança.

Trate de desencorajar maneirismos repetitivos ou sem nenhum sentido, tais como esfregar os olhos ou balançar-se, e incentive-o a desenvolver condutas positivas, tais como pegar um brinquedo, para eliminar a conduta indesejada.

Trate de encontrar movimentos, alimentos ou brinquedos de que seu filho goste. Utilize os que lhe dão prazer para motivá-lo.

Experimentar e desenvolver

Deixe que seu filho experimente diferentes texturas como grama, areia, piso de cimento ou madeira, diferentes sons, do aspirador, musica variada, ruídos em centros comerciais cheios; diferentes temperaturas como o espaguete quente ou gelatina fria, ou diferentes sabores provando requeijão, pizza ou verduras, por exemplo.

Se seu filho não quiser algo, deixe passar algum tempo antes de tentar de novo, até que ele gradualmente vá se acostumando com a mudança. Lembre-se de que, em geral, qualquer mudança é extremamente difícil para uma criança com deficiências múltiplas, mas os benefícios que o fato de ir ajudando-a a tolerar as coisas em geral acarreta permitirão que ela vá aprendendo mais sobre o mundo que a rodeia.

Motive seu filho a desenvolver as habilidades da linguagem, dizendo a ele o que está acontecendo à sua volta, identificando os sons do seu ambiente e nomeando objetos que ele estiver segurando em suas mãos. Mas lembre-se de dar a ele um só objeto por vez, para que a tarefa seja mais fácil.

Você também pode combinar que seu filho brinque regularmente com as crianças de outras famílias, para que ele possa mais facilmente aceitar pessoas que não sejam parentes.

Permita que seus outros filhos possam expressar sentimentos positivos e negativos. Permita que eles se sintam bravos ou ciumentos e que possam reconhecer que é difícil ter um irmão deficiente.

Recompense você mesma pelas horas de trabalho duro; procure ajuda na forma de recursos ou de pessoas que possam substitui-la quando precisar e viva um dia por vez.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Empregos no Japão - HUMAN