2020 é Ano do Rato: boas chances para coisas novas

O Ano do Rato que começa depois desse ciclo de 60 anos, tão esperado, deverá ser muito bom para as iniciativas, para começar algo. Veja tudo!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem do Ano do Rato (Public Domain Pictures)

Bem diferente da astrologia ocidental, com 12 signos determinados pela data e mês de nascimento, a chinesa tem 12, mas anuais. Além disso, cada um dos signos são combinados com os 5 elementos – água, fogo, terra, madeira e metal – criando um grande ciclo de 60 anos. 

Publicidade

A partir de 25 de janeiro de 2020 começa o novo ano no calendário chinês, cujo símbolo é o Rato, com elemento metal, que volta 60 anos depois. Vem auspicioso e propício para brotar, por causa do período de começo de outono. Ou seja, muito favorável para começar coisas novas.

E se justifica pois o calendário chinês começa com o Rato, cujas características básicas são de bastante energia e espírito empreendedor. Gosta do sucesso material, do luxo e do bem-estar. 

Como tende a ser um ano para novas realizações e (re)começos, no âmbito profissional poderá ser muito bom, com reconhecimentos. Também muito bom para quem pensa em adquirir bens como imóveis, por exemplo.

No Japão é o ano da Tokyo 2020 e espera-se que tudo corra bem, assim como para a economia, já que o Rato proporciona isso.

Em relação aos relacionamentos, no Ano do Rato, a tendência é de ser como uma de suas características, a diplomacia, com boas conexões. No amor, como o Rato é um apaixonado, as relações tendem a ser muito boas, com diálogo, e atividades ao ar livre. Para quem pensa em engravidar, o ano é propício.

As cores da sorte para o novo ano são branco, azul e dourado. Por isso, use-as em roupas e acessórios. 

A palavra-chave é iniciativa e lembrar que para começar algo, especialmente no mundo dos negócios, conta com a ajuda das pessoas.

Que tal visitar um templo ou santuário xintoísta no Ano Novo para agradecer pelas suas conquistas e orar pelos seus sonhos e desejos? Toque nas frases em vermelho para abrir as matérias.

Aqui vai uma lista por objetivo e encontre um perto de sua casa:

Caso queira saborear alimentos auspiciosos veja a matéria explicando cada um deles. 

Feliz Ano do Rato para você e sua família!

Fontes: Homes, Nenga e Karma Weather 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Milhares de pessoas cercadas por incêndios em cidade na Austrália

Publicado em 31 de dezembro de 2019, em Notícias do Mundo

Incêndios vêm devastando partes de vários estados no país, incluindo Victoria, Nova Gales do Sul e Austrália do Sul, há meses.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mallacoota é uma pequena cidade muito procurada por turistas, na área leste de Vicotria, Austrália (PM)

Milhares de pessoas estão presas em uma praia no sudeste da Austrália após abandonarem suas casas, visto que fortes ventos causaram incêndios florestais e deixaram a fumaça tão espessa que o céu da manhã ficou escuro.

Publicidade

Nesta terça-feira (31), cerca de 4 mil residentes e visitantes foram forçados a deixar suas casas e acomodações de férias em Mallacoota, no estado de Victoria, disseram autoridades, enquanto incêndios florestais tomam conta da região.

A cidade ativou sua sirene de alerta de emergência da ameaça de fogo iminente logo pela manhã, e residentes fugiram para o lado do mar, após um plano de evacuação traçado anteriormente em reuniões de comunidade.

“Não há caminho dentro ou fora”, disse o residente de Mallacoota Jason Selmes ao CNN após abandonar sua casa na manhã desta terça-feira. O céu ficou laranja e o fogo começou a se espalhar por toda a cidade.

Há três equipes de emergência com os residentes na praia, e serviços de ajuda estão instalando centros médicos e locais de evacuação seguros, de acordo com a agência estatal Victoria Emergency.

Várias pessoas escolheram não evacuar para a praia e continuaram em suas casas, disse Steve Warrington, chefe do Country Fire Authority.

Quatro pessoas continuam desaparecidas no estado de Victoria com um “temor muito real pela segurança delas”, disse o premier Daniel Andrews em uma coletiva de imprensa na terça-feira.

Desde segunda-feira (30), houve mais de 10 incêndios na região, incluindo três de grande dimensão que vêm queimando há mais de um mês, de acordo com a Victoria Emergency. Muitos dos incêndios começaram no domingo (29) provocados por trovoada seca e rápida disseminação devido aos fortes ventos e clima quente e seco.

Por toda Victoria, 70 novos incêndios começaram só na segunda-feira, dos quais mais de 20 ainda estão ativos.

No domingo, após muitos dos incêndios terem começado na região maior de East Gippsland, autoridades pediram aos residentes e turistas que evacuassem, alertando que “não é possível fornecer suporte e ajuda a todos os visitantes” na área.

Alertas de emergência continuam em curso nesta terça-feira, com autoridades pedindo aos residentes que fiquem em casa. “É muito tarde para sair”, disse a Victoria Emergency, alertando que os residentes de Mallacoota estavam “em perigo e precisavam agir imediatamente para sobreviver”.

Localizado no extremo leste do estado de Victoria, East Gippsalnd é lar para cerca de 80 mil pessoas, as quais estão espalhadas ao longo de vilarejos remotos e cidades. A região é popular entre os turistas, que vão para ver a vida selvagem e praticar hiking nos parques nacionais.

Incêndios vêm devastando partes de vários estados, incluindo Victoria, Nova Gales do Sul (NSW) e Austrália do Sul, há meses. Mais de 900 casas foram destruídas só em NSW, e esse número provavelmente aumentará, visto que os bombeiros enfrentam dificuldades para conter os incêndios massivos.

O número de mortos também vem aumentando. Um bombeiro voluntário de 28 anos morreu em NSW na segunda-feira após fortes ventos terem arrastado seu caminhão. No início de dezembro, dois outros bombeiros voluntários em NSW morreram após o veículo onde estavam ter atingido uma árvore durante operações de combate a incêndio.

Autoridades estatais e federais ativaram recursos de emergência e enviaram milhares de bombeiros desde o início da temporada de incêndios no início de setembro.

A Força de Defesa australiana enviou assistência a vários estados, incluindo aeronaves e pessoal. Os EUA, Canadá e Nova Zelândia também enviaram bombeiros para ajudar.

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência