Organização Mundial da Saúde elogia Japão

O diretor-geral Tedros Adhanom elogia os resultados positivos em combater a pandemia do coronavírus, mas reforça importância do isolamento.

Tedros Adhanom em coletiva de imprensa elogia o modelo japonês (Imagem: NHK World Japan)

Em coletiva de imprensa realizada na sede da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira (25), o diretor-geral Tedros Adhanom elogiou o Japão, que retirou o Estado de Emergência no mesmo dia. “No pico, o Japão registrava mais de 700 casos todos os dias, mas agora o número diminuiu para praticamente 40, e o número de mortos é baixo. O Japão foi um sucesso (no combate)”, comenta.

Publicidade

Contudo, Tedros enfatiza a necessidade de continuar as medidas para descobrir novos casos. “Ainda é preciso continuar os esforços para descobrir, rastrear, tratar e isolar os pacientes. Retirar uma medida rígida não implica em parar as medidas básicas”, completa.

Michael J. Ryan, líder da equipe responsável pela contenção e tratamento internacional da COVID-19, também reforça a importância das medidas de prevenção. “O mundo ainda está no meio da primeira onda. Talvez uma nova pandemia possa surgir em alguns países nos próximos meses”, disse.

Fonte: NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Museu Memorial da Paz de Hiroshima reabrirá para o público

Publicado em 26 de maio de 2020, em Sociedade

O Museu Memorial da Paz de Hiroshima estava fechado desde fevereiro, visto que as infecções estavam se espalhando pelo Japão.

O Museu Memorial da Paz (à esq.) e a Cúpula da Bomba Atômica (à dir.) – PM

Um museu que exibe artefatos do bombardeio atômico de 1945 de Hiroshima deve ser reaberto para o público em cerca de 1 semana, após uma interrupção de 3 meses causada pela pandemia de coronavírus.

Publicidade

O Museu Memorial da Paz de Hiroshima estava fechado desde fevereiro, visto que as infecções estavam se espalhando pelo Japão.

Falando com os repórteres na segunda-feira (25), o prefeito de Hiroshima, Matsui Kazumi, anunciou planos de reabrir o museu em 1º de junho, após a suspensão do estado de emergência feito pelo governo central.

Oficiais estão considerando limitar o número de visitantes por hora ao museu, enquanto estende seu período de funcionamento em uma tentativa de receber o maior número de pessoas possível.

Matsui também falou sobre planos de reduzir drasticamente a cerimônia em 6 de agosto para marcar os 75 anos do bombardeio atômico da cidade de Hiroshima.

O prefeito disse que a cidade vai elaborar planos concretos até o início do próximo mês sobre como realizar o evento, com medidas do governo central contra a Covid-19 em mente.

Matsui disse que a participação de sobreviventes do bombardeio atômico e famílias enlutadas é indispensável e que ele está considerando convidar pessoas de fora da província de Hiroshima.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros