Hipertermia causa morte da mulher de Aichi e em Tóquio 11 casos

No calor e com a umidade é preciso tomar cuidado para evitar insolação e hipertermia. Em Toyota, vítima fatal.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ambulância (Wikipedia)

Soube-se na quarta-feira (10) que uma mulher de 55 anos, encontrada caída na cidade de Toyota (Aichi), teve como causa da morte a hipertermia. 

Publicidade

Um pedestre viu a mulher caída em frente à sua casa, por volta das 15h de segunda-feira (8). Chamou pelo socorro e ela foi levada para o hospital em estado de inconsciência, onde a morte foi confirmada.

A temperatura corporal dela estava alta, acima de 40 graus. Foi diagnosticada com hipertermia. 

Segundo o Observatório de Meteorologia a temperatura naquele horário era de 31,8ºC em Toyota.

Em Tóquio, até as 15h de quarta-feira, foram socorridos para os hospitais 11 pacientes com suspeita de insolação ou hipertermia. A faixa etária é bem variada, de 17 aos 90 anos. 

O Corpo de Bombeiros de Tóquio recomenda às pessoas que tomem bastante água para hidratar o corpo e ligar o ar-condicionado para refrescar o ambiente. 

Fontes: NHK e Nagoya TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Companhias aéreas devem ter prejuízos de 84 bilhões de dólares em 2020

Publicado em 11 de junho de 2020, em Notícias do Mundo

Perdas de US$84 bilhões em 2020 para aéreas devido a uma queda na demanda por viagens em meio à pandemia de coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mulher de máscara em voo vazio (ilustrativa/PM)

Uma organização comercial de linhas aéreas globais informou que companhias no ramo devem ter prejuízos de US$84 bilhões em 2020 devido a uma queda na demanda por viagens em meio à pandemia de coronavírus.

Publicidade

A Associação Internacional de Transportes Aéreos – IATA divulgou sua previsão para a indústria aérea global na terça-feira (9).

A organização estima que o número de passageiros caíra para cerca de 2,25 bilhões neste ano, cerca da metade do ano passado. Ela diz que receitas diminuirão em 50 por cento ante 2019.

A IATA diz que 2020 afundará como “o pior ano na história da aviação” financeiramente.

A organização aponta que ajuda financeira de governos é crucial e pede para manter passageiros e tripulação seguros quando restrições de viagens aéreas forem suspensas.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância