Monte Sakurajima pode ter erupção de grande escala

A frequência de erupções no monte está em declínio enquanto o volume de cinzas vulcânicas continua inalterado e isso significa que erupção iminente poderia ser maior do que o normal.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Monte Sakurajima, Kagoshima (PM)

O Monte Sakurajima, no sudoeste do Japão, pode ter uma erupção de grande escala, dada análise de dados recente, disse um painel da agência de meteorologia na terça-feira (30).

Publicidade

A frequência de erupções na cratera do monte, a Minamidake, na província de Kagoshima, tem estado em declínio enquanto o volume de cinzas vulcânicas continua inalterado, o que significa que erupção iminente poderia ser maior do que o normal, disse o painel sobre previsão de atividade vulcânica da Agência de Meteorologia do Japão – AMJ.

O painel mantém a 3 seu alerta para o vulcão ativo, alertando para não se aproximar da cratera. Um observatório do clima local alerta sobre fluxo piroclástico de pequena escala quando o vulcão entrar em erupção.

No Sakurajima, uma ilha montanhosa na Baía de Kagoshima com um lado se conectando à ilha principal de Kyushu, inchaço e elevação da montanha, assim como movimentos da crosta vêm sendo obervados desde o fim de setembro passado, disse o painel.

O painel não disse especificamente quando o vulcão provavelmente entraria em erupção.

Em 9 de maio, uma pluma de cinzas foi lançada da Minamidake de 1.040 metros de altura na erupção, subindo a 4,2 mil metros. O vulcão também teve uma erupção similar em 8 de novembro.

Enquanto nenhum dano tenha sido reportado na última erupção, rochas grandes foram lançadas e cinzas vulcânicas estavam caindo perto de municípios nas proximidades. Seis voos de e para o Aeroporto de Kagoshima também foram cancelados por causa das cinzas.

Foto tirada em 9 de maio de 2020 de com uma câmera automatizada em Tarumizu mostra uma erupção do Monte Sakurajima na província de Kagoshima (Kyodo News and Culture)

Fonte: Kyodo News and Culture

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Tartaruga encontrada morta tinha sacos plásticos no intestino

Publicado em 1 de julho de 2020, em Sociedade

De uma espécie em extinção, uma tartaruga-de-couro foi encontrada e retirada já morta.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Tartaruga tinha sacos plásticos no seu interior (Asahi)

De acordo com Motoki Wakatsuki, diretor do Aquário da Escola Abandonada de Muroto (Muroto Haiko Suizokan), um pescador da cidade homônima (Kochi) encontrou uma tartaruga enroscada na rede, em 21 deste mês.

Publicidade

Ela foi retirada já morta e os funcionários do aquário a dissecaram e examinaram o conteúdo do trato gastrointestinal. Foram encontradas duas sacolas plásticas de compras no intestino grosso, com medidas de 42 x 25 e de 30 x 20 centímetros cada.

Segundo a informação do representante do aquário, na terça-feira (30) a causa da morte da tartaruga-de-couro teria sido por sufocamento, por ter ficado enroscada na rede. As sacolas plásticas não têm nada a ver com a morte.

As tartarugas-de-couro são designadas como espécies ameaçadas pela União Internacional para Conservação da Natureza-IUCN, com sede na Suíça. É a maior do mundo e seu casco pode chegar a cerca de 2 metros, pesando como um carro.

Essa encontrada morta tinha um casco de 1,2 metro, indicando que ainda iria se desenvolver. O alimento básico dessa espécie é a água-viva. O representante do aquário disse que ela deve ter engolido as sacolas plásticas pensando que fossem alimentos.

A partir de quarta-feira (1.º) as sacolas plásticas passarão a ser cobradas na grande maioria dos estabelecimentos, conforme a lei. Mas Wakatsuki diz “também é um problema que o lixo plástico esteja fluindo para o mar”, lamentando, pois é pesquisador das tartarugas marinhas.

Fonte: Asahi 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência