ANA e JAL planejam expandir seus negócios de companhias aéreas de baixo custo

Ambas as aéreas visam compensar os prejuízos ao fazer uso de suas LCCs, que são opções atrativas para passageiros a turismo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A Peach Aviation é uma companhia do grupo ANA (banco de imagens PM)

Enquanto a pandemia de Covid-19 forçou várias companhias aéreas a reduzirem o número de funcionários e aeronaves, a All Nippon Airways – ANA e a Japan Airlines – JAL estão expandindo serviços de baixo custo (LCC – Low Cost Carrier) sob suas asas.

Publicidade

As aéreas parecem estar realizando mudanças para sair na frente de uma recuperação de negócios pós-pandemia.

“Quando há uma recuperação na demanda, estaremos prontos para ter um início rápido”, disse Shingo Nishida, presidente da Zipair Tokyo.

A Zipair Tokyo começará a oferecer voos do Aeroporto de Narita, na província de Chiba a Honolulu, no Havaí, em 19 de dezembro, anunciou a aérea em 20 de novembro.

A subsidiária integral da JAL será a primeira LCC da nação a atender uma rota do Japão a Honolulu, a qual utiliza seus aviões de média e longa distância.

A aérea vai operar 16 voos de ida e volta não regulares ao destino até janeiro de 2021 e então considerar a continuação da oferta a partir de fevereiro.

Atualmente, a LCC sediada em Narita oferece voos com destino a Bangkok e Seul. Contudo, sua porcentagem de poltronas ocupadas fica em torno de 5%, continuando bem abaixo da linha de lucro e dependendo de ganhos de voos de carga.

A Zipair Tokyo planeja adicionar mais dois aviões no próximo ano fiscal e introduzir voos conectando Narita e uma cidade na costa oeste dos EUA.

A Peach Aviation, uma companhia do grupo ANA, anunciou em 20 de novembro que vai operar voos conectando o Aeroporto Chubu Centrair, em Aichi, com os de Naha e Ishigaki, em Okinawa em 22 de janeiro.

A LCC já determinou lançar voos do Chubu Centrair ao Aeroporto de New Chitose, na província de Hokkaido e ao de Sendai em Miyagi no dia 24 de dezembro.

A Peach Aviation está realizando a mudança porque acredita que, embora a demanda ainda tenha que se recuperar completamente devido à propagação do teletrabalho, o que reduziu as viagens de negócios, amplo espaço para crescimento na demanda por turismo permanece.

A Zipair Tokyo é subsidiária integral da JAL (Wikimedia/Melv_L – MACASR)

Enquanto a ANA planeja iniciar uma nova marca LCC no ano fiscal de 2022, ela também aumentará a parceria entre a Peach Aviation e a All Nippon Airways Co.

A JAL planeja levantar ¥180 bilhões (US$1,72 bilhão) através de um aumento de capital, anunciou ela em novembro, e tem a intenção de aplicar parte dos fundos para fortalecer suas operações de companhias do orçamento.

Para garantir lucros, os grupos ANA e JAL visam compensar os prejuízos de suas companhias núcleo, as quais são fortes competidoras no negócio de mercado de viagens, ao fazer uso de suas LCCs, que são opções atrativas para passageiros a turismo.

Fonte: Asahi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Quarta-feira marcada pelo maior número de novos casos: 2.811

Publicado em 10 de dezembro de 2020, em Sociedade

Desde o início da infecção pelo novo coronavírus foi o maior número de testados positivo. Foram 42 mortes.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem do CDC via Health Mil.

Testaram positivo para o novo coronavírus em 43 províncias 2.811 pessoas, incluindo 8 passageiros dos aeroportos, na quarta-feira (9). A soma acumulada aumentou para 169.340 pessoas infectadas.

Publicidade

Foram 42 mortes, sendo que em Hokkaido foram 16. Foram 9 em Osaka, 5 em Saitama e Tóquio, e 1 em Hyogo, Miyagi, Gifu, Ehime, Tochigi, Okinawa e Kanagawa. O cumulativo de óbitos aumentou para 2.486. 

Históricos números de pessoas infectadas

Pelo segundo dia consecutivo Quioto teve número histórico, com 75 novos casos, somando 3.020. Na cidade homônima foram 50. 

Outra província com o pior número foi Aichi, com 245, dos quais 100 são de Nagoia. O governador considera declarar o próprio estado de emergência.

Infográfico: NHK

Tóquio e Osaka tiveram elevados números de novos casos, com 572 e 427, respectivamente. Foram 245 em Kanagawa, 197 em Hokkaido, 145 em Saitama, 93 em Chiba e 49 em Gunma.

Foram 25 em Nagano, 38 em Shizuoka, 36 em Gifu e 19 em Mie. 

Aumentos em Hiroshima, com 77 novos casos, 54 em Fukuoka e 40 em Kagoshima. Em Okinawa foram 43.

As províncias com maior índice de infecção a cada 100 mil habitantes são Osaka, Hokkaido, Tóquio, Hyogo, Aichi e Okinawa, nessa ordem.

Aumento de pacientes em estado grave

Houve aumento de 19 pacientes gravemente enfermos, passando a 555 no total, dentre os 23.931 em tratamento. 

O número de pessoas recuperadas é de 142.923. 

Na segunda-feira (7) foram realizados 36.311 testes PCR.

Infográfico do News Digest mostra 3.ª onda e o maior número na quarta-feira, 9

Fontes: News Digest, NHK, ANN, CBC TV e Kyoto Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância