Japonesa morre por atropelamento nos EUA

Ela e mais uma outra mulher estavam na calçada quando foram atropeladas por um carro que ignorou o sinal vermelho.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Local do acidente e a foto da vítima japonesa, via Instagram (FNN)

Por volta das 16h de 31 de dezembro, no Réveillon, um carro que ultrapassou o sinal vermelho atropelou 2 mulheres, em São Francisco, nos Estados Unidos. 

Publicidade

Uma delas é a japonesa Hanako Abe, 27, engenheira de sistemas, natural de Fukushima. Depois de formada, trabalhava como engenheira nos EUA, desde 2018. 

O motorista abandonou o carro na calçada onde subiu e fugiu. As duas morreram no hospital e a polícia estava à busca do causador do acidente fatal. 

Segundo a reportagem da FNN, o motorista encontrado estava em liberdade condicional, depois de ter sido preso 2 vezes. No interior do carro, roubado 2 dias antes do acidente, foram encontradas arma de fogo e droga. 

Os amigos da vítima japonesa estão fazendo uma campanha para arrecadar fundos a fim de enviar os restos mortais para os familiares no Japão.

Fontes: FNN e JNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Atum gigante é leiloado por 20 milhões de ienes

Publicado em 5 de janeiro de 2021, em Economia

Foi realizado o primeiro leilão de atuns do ano 2021 no icônico mercado de pescados em Tóquio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Empresário que adquiriu o atum gigante pelo lance de pouco mais de ¥20 milhões (Mainichi)

Às 5h10 de terça-feira (5) começou a soar a sineta marcando a abertura do primeiro leilão do ano 2021 no Mercado de Toyosu, em Koto-ku, Tóquio. 

Publicidade

Por causa da disseminação do novo coronavírus, os participantes e convidados com número reduzido estavam todos com máscara. Os compradores estavam atentos na fileira dos primeiros atuns do novo ano. 

Embora a entrada de atuns tenha sido maior do que o ano anterior, não havia um especialmente grande que pudesse surpreender. Por outro lado, até os peixes considerados de luxo estão em queda, por causa das consequências da pandemia. 

O valor que ficou na história dos primeiros leilões desse pescado foi o de 2019, quando ainda era no Mercado de Tsukiji. O empresário da rede Sushizanmai pagou 333,6 milhões de ienes por um gigantesco, cujo valor por quilo ficou na faixa de 1,2 milhão de ienes.

Neste primeiro leilão de 2021 um outro empresário arrematou um de 208,4 kg, procedente de Aomori, com o lance final de 20,84 milhões de ienes. Portanto, o quilo custou 100 mil ienes, menos de 1/10 do de 2019.

No Mercado de Toyosu, há confirmações consecutivas de infecção pelo novo coronavírus, entre as pessoas do local, desde novembro do ano passado. Por isso, vem sendo realizado teste PCR em larga escala. 

Atuns de diversos tamanhos e compradores no primeiro leilão do ano (ANN)

Fontes: ANN e Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância