Um em cada 100 mil teve reação alérgica grave à vacina da Pfizer

Alta responsável do CDC disse que casos de anafilaxia ainda eram “extremamente raros” e continua no melhor interesse das pessoas em tomar a vacina.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ampola de vacina e logos da Pfizer e BioNTech (banco de imagens)

Cerca de 1 em 100 mil pessoas que receberam a vacina da Pfizer-BioNtech tiveram reações alérgicas graves, disseram autoridades da saúde dos EUA na quarta-feira (6) enquanto enfatizam os benefícios de imunização superando grandemente os riscos conhecidos.

Publicidade

Os dados são do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), que documentou 21 casos de anafilaxia após administração de 1.893.360 doses reportadas de 14 a 23 de dezembro.

“Isso representa uma proporção de 11.1 casos de anafilaxia por 1 milhão de doses administradas”, disse a alta responsável do CDC, Nancy Messonier, aos repórteres.

Em comparação, vacinas contra influenza causam cerca de 1.3 caso de anafilaxia por milhões de doses administradas, e então a taxa de reação alérgica aguda para a vacina da Pfizer é cerca de 10 vezes maior.

Messonier acrescentou que casos de anafilaxia ainda eram “extremamente raros” e continua no melhor interesse das pessoas em tomar a vacina, principalmente no contexto de que a pandemia de Covid-19 é um extremo perigo para a saúde.

Os 21 casos variaram em idades de 27 a 60 anos, com uma média de 40, e apenas dois foram tratados com epinefrina.

Dezenove dos casos (90%) ocorreram em mulheres, e o tempo médio de surgimento foi de 13 minutos, mas variou de 2 a 150 minutos.

Quatro (19%) dos pacientes foram hospitalizados, incluindo 3 em cuidados intensivos, e 17 (81%) receberam tratamento em um departamento de emergência. A maioria recebeu alta ou se recuperou na época do estudo, e não houve mortes.

Sintomas incluíram erupção cutânea, sensação de nó na garganta, língua inchada, dificuldade de respirar, rouquidão, lábios inchados, náusea e tosse seca persistente.

Investigações em curso

Os EUA até agora autorizaram duas vacinas para uso de emergência – uma desenvolvida pela Pfizer e a outra pela Moderna.

As duas são baseadas em tecnologia de ponta mRNA (mensageiro de ácido ribonucleico) e autoridades anexaram rótulos de alerta similares a ambas, os quais recomeendam às pessoas que têm um histórico conhecido de reações alérgicas aos ingredientes da vacina que evitem tomá-las.

Fonte: Medical Express

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Parques da Disney no Japão fecharão cedo sob emergência do vírus

Publicado em 7 de janeiro de 2021, em Sociedade

Em linha com o novo estado de emergência relacionado ao coronavírus na área metropolitana de Tóquio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Tokyo Disneyland (banco de imagens PM)

A Oriental Land anunciou na quarta-feira (6) a decisão de mudar o horário de fechamento dos parques Tokyo Disneyland e DisneySea das 21h para 20h entre 8 a 31 de janeiro em linha com o novo estado de emergência relacionado ao coronavírus na área metropolitana de Tóquio.

Publicidade

O horário de abertura para ambos os parques que ficam em Urayasu (Chiba) continuará inalterado, às 9h, de acordo com a operadora. Restaurantes nos parques venderão bebidas alcoólicas somente até as 19h. A instalação comercial Ikspiari, adjacente aos parques, fechará às 20h.

Outros negócios na indústria de serviços, incluindo restaurantes e supermercados, também estão agilizando suas respostas, visto que o governo está prestes a decidir sobre o estado de emergência cobrindo Tóquio e as províncias vizinhas de Saitama, Chiba e Kanagawa. Preocupações crescem porque o setor de restaurantes, que já foi duramente afetado pela epidemia desde a primavera passada, pode ver seus lucros se deteriorarem ainda mais.

A partir de sábado (9), o parque temático Sanrio Puroland em Tama (Tóquio), que destaca a Hello Kitty e outros personagens, fechará às 17h, duas horas antes do normal.

Com início na quinta-feira, o horário de fechamento será alterado para até as 20h em todos os estabelecimentos, incluindo restaurantes, nas 15 instalações comerciais da Lumine em Tóquio, Saitama, Chiba e Kanagawa por enquanto.

“Fecharemos nossas lojas antes se solicitado pelas autoridades para reduzir as horas de operação”, disse um representante de uma grande operadora de loja de departamentos.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância