Vírus mutante: Mie com taxa de 98% e aumento em todo país

O governo divulgou que em uma semana foram confirmados mais de 2 mil casos de infecção por uma das variantes do novo coronavírus.

Imagem da cepa britânica (NIID)

Na quarta-feira (21) o MHLW-Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar anunciou que 2.352 novos casos de infecção por uma das variantes do novo coronavírus foram confirmados em 42 províncias na semana passada.

Publicidade

Esse resultado é 150% maior do que o da semana anterior. Assim, calcula-se que sejam pelo menos 6 mil pessoas infectadas pelo vírus mutante no Japão.

A maioria é da cepa britânica, seguida da sul-africana e brasileira, mas já foram confirmadas também das Filipinas e da Califórnia (EUA).

Dados por província, do total de infectados pelas variantes em 1 semana, até 20/abr (NHK)

Além disso, o índice de infectados pelo coronavírus convencional é de 5,7% na população em idade escolar – crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos. Mas, em relação a essas variantes, sobe para 10,3%.  

Mie com alto índice de infecção pela variante

A província declarou o próprio alerta de emergência na terça-feira (20). No dia seguinte foram confirmados 57 novos casos de infecção em Mie, incluindo um cluster em um jardim de infância. Esse resultado marca o pior resultado desta epidemia.

Além disso, o vírus mutante foi confirmado em 92 pessoas, na quarta-feira. Ele é detectado por amostragem das pessoas testadas positivo. A taxa de positividade é extremamente alta na província, chegando a 94,8%.

Fontes: NHK e CBC TV

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Tokyo Motor Show 2021 não será realizado

Publicado em 22 de abril de 2021, em Economia

O evento esperado pelos amantes de veículos não acontecerá por causa da epidemia do novo coronavírus, em expansão, entre outras considerações.

Lexus LF-30 Electrified exposto em 2019 (TMS)

O maior evento japonês de exposição de veículos de 2 a 4 rodas, e também caminhões, o Tokyo Motor Show, está com data marcada para 20 a 31 de outubro deste ano.

Publicidade

O presidente da Associação dos Fabricantes de Automóveis do Japão, Akio Toyoda, realizou uma coletiva de imprensa, online, na quinta-feira (22). 

O Tokyo Motor Show é uma exposição dos fabricantes nacionais e estrangeiros para que possam mostrar os seus lançamentos e tecnologias. Chega a receber 1 milhão de visitantes. Recentemente, passou a ser realizado a cada dois anos. Em 2019, o último, contou com a presença de 192 empresas, com público recorde de 1,3 milhão de pessoas. 

“Temos considerado projetos atraentes, usando a plataforma online, mas é difícil oferecer um programa em ambiente seguro e tranquilo”, disse Toyoda.

“O Tokyo Motor Show envolve várias empresas, incluindo as montadoras de motocicletas, carros kei, de passeio e grandes, além de outras indústrias. Definitivamente, gostaria que o público visse tudo isso de perto”, falou. “Como não podemos realizá-lo com essa particularidade, decidimos cancelá-lo, desta vez”, anunciou.  

O próximo, como Tokyo Mobility Show, será mais avançado, afirmou.

Os maiores eventos de automóveis vêm sendo cancelados, como o de Detroit (USA) em setembro e o de Genebra (Suíça). 

Por outro lado, os de Pequim e Xangai foram realizados, com medidas preventivas à infecção pelo novo coronavírus, durante a pandemia.

Fontes: NHK e Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!