Alpinista desaparecido ignorou ligações de resgate porque eram número desconhecido

O alpinista não fazia ideia de que equipes de resgate estavam procurando por ele.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O Monte Elbert é o mais alto no Colorado (banco de imagens)

Uma equipe de resgate deu um simples aviso para alpinistas perdidos ou qualquer um que se encontre preso nas montanhas – atenda o telefone.

A Equipe de Busca e Resgate do Condado de Lake (LCSAR) disse que recebeu um relato em meados de outubro de que um alpinista dado como desaparecido não havia retornado de uma escalada no Monte Elbert.

Ele partiu às 9h de 18 de outubro e não havia voltado até as 20h, disse a LCSAR em uma postagem no Facebook.

Membros da equipe de resgate tentaram ligar para o celular da pessoa várias vezes, mas não conseguiram entrar em contato. Cinco membros da LCSAR procuraram pelo alpinista em áreas onde as pessoas tendem a se perder, mas suspenderam a busca às 3h. Uma terceira equipe verificou outra área às 7h.

Eles receberam uma ligação por volta das 9h30 dizendo que o alpinista, que não foi identificado, havia retornado para o lugar onde ele estava se hospedando.

O alpinista não fazia ideia de que equipes de resgate estavam procurando por ele, disse a postagem.

“O indivíduo ignorou várias ligações nossas porque ele não reconheceu o número”, escreveu a LCSAR. “Se você estiver atrasado em relação ao horário de volta em seu itinerário e começar a receber muitas ligações de um número desconhecido, por favor, atenda o telefone, pode ser a equipe tentando confirmar se você está seguro”.

O Monte Elbert é o mais alto do Colorado, nos EUA, com altitude de 4.401 metros. Ele é um local popular para alpinistas e dizem que a escalada é relativamente fácil.

Fonte: CNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Sentença de 5 anos para réu brasileiro que incendiou apartamento para se matar

Publicado em 1 de novembro de 2021, em Crime

Desempregado e se sentindo encurralado, sem ter com quem contar, botou fogo no apartamento para tirar a vida. Foi condenado a 5 anos de prisão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa do martelo do juiz no tribunal (MaxPixel)

O réu brasileiro, ナガタ・レナト, 36 anos, que morava em um apartamento em Nagahama (Shiga), ouviu do juiz do Tribunal Distrital de Otsu, a sentença de condenação de 5 anos, na sexta-feira (29).

Ele respondeu pelo incêndio criminoso no apartamento em 4 de agosto do ano passado. “O fogo se espalhou de uma só vez com uma explosão, chamas e fumaça negra cobriram o prédio. O imóvel está localizado em uma área residencial densamente povoada. Embora não tenha havido vítimas, foi um ato de alto risco que ameaçou a vida de muitas pessoas, simplista e egocêntrico”, justificou o juiz.

A acusação havia pedido 6 anos de prisão para o réu na audiência anterior, mas o juiz considerou o estado psicológico de Nagata e disse “o réu foi demitido da empresa cerca de 2 meses antes do incidente devido à influência do novo coronavírus e por erro no trabalho. Foi difícil encontrar um novo emprego. Estava se sentido psicologicamente sem saída e decidiu cometer suicídio. Tenho compreensão e não deveria culpar somente o réu”.

O advogado do réu brasileiro explicou sobre a situação difícil em que se encontrava e queria sua absolvição. “O dinheiro dele acabou 15 dias antes do incidente. Pensou em causar um pequeno incêndio para morrer pelo envenenamento por monóxido de carbono, mas não entendia sobre os perigos do gás”, apontou a defesa na audiência anterior, o que abrandou a pena.

Na ocasião do incêndio e tentativa de suicídio havia 22 pessoas no prédio e o réu teve queimaduras no rosto.

Fontes: NHK e Kyoto Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades