Avião com 133 passageiros a bordo cai na China

Uma aeronave de uma companhia aérea chinesa caiu em uma floresta, eclodindo um incêndio.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Incêndio onde caiu o avião (reprodução @RFA_Chinese)

A China Central Television confirmou que um Boeing 737 da China Eastern Airlines, com 133 passageiros a bordo, caiu em Wuzhou, Região Autônoma Zhuang de Quancim, a caminho de Guangzhou, na tarde de segunda-feira (21).

Publicidade

Vídeos feitos por moradores locais mostraram um incêndio na floresta após a queda do avião.

As equipes de resgate estão no local e até as 18h ainda não havia notícias sobre as vítimas.

Funcionários do aeroporto de Guangzhou Baiyun disseram que o voo de Kunming Changshui para o aeroporto de Guangzhou Baiyun deveria ter chegado às 14h55.

De acordo com um site na China que resume as informações do voo, essa aeronave de passageiros partiu de Kunming, província de Yunnan, depois das 13h (horário local) e estava indo para Guangzhou.

Veja o vídeo e a foto postados no Twitter.

Fontes: NHK e Yomiuri 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Cerca de 20% de empresas japonesas suspenderam produção na Rússia

Publicado em 21 de março de 2022, em Notícias do Mundo

Contudo, não houve confirmação de que alguma empresa japonesa tenha se retirado completamente da Rússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Logo de concessionária da Toyota em Samara, na Rússia (banco de imagens)

Cerca de 20% das companhias japonesas listadas que operam na Rússia suspenderam negócios até meados de março após o Kremlin ter invadido a Ucrânia, de acordo com dados compilados pela Teikoku Databank.

Publicidade

A Toyota, por exemplo, suspendeu a produção na Rússia e está revisando suas operações no país.

A tendência provavelmente vai acelerar no futuro.

De acordo com a pesquisa, das 168 companhias listadas que tinham produção ou bases de vendas na Rússia desde fevereiro, 37 companhias, ou 22%, haviam anunciado a suspensão de exportações, produção local ou operações de lojas até 15 de março.

Delas, 22 companhias suspenderam exportações e transações de envios, 7 suspenderam operações de produção e 4 interromperam vendas em lojas. Não houve confirmação de que alguma empresa tenha se retirado completamente da Rússia.

Por indústria, 28 empresas estavam em campos como as indústrias automotivas e de maquinário pesado de construção. Muitas citaram confusão na rede de fornecimento, como a dificuldade de obter peças devidos a sanções econômicas implementadas contra a Rússia.

Globalmente, um crescente número de empresas, como a Apple e McDonald’s dos EUA, fecharam ou reduziram operações na Rússia.

Fonte: Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância