Hospital da Ucrânia está sob controle dos militares russos, com 400 civis como reféns

A cidade continua sob fogo cruzado dos soldados da Rússia e civis tentam sair da cidade para se protegerem. A Rússia não tem respeitado o cessar-fogo durante a evacuação dos civis.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Um dos 104 hospitais destruídos e socorristas tentam salvar uma gestante, na segunda-feira (Ukrinform)

A Ucrânia não recebeu resposta do Comitê Internacional da Cruz Vermelha sobre os corredores humanitários para a evacuação de civis na quarta-feira (16).  

Publicidade

A questão da criação de tais corredores continua sem solução para Izium e Mariupol, disse Iryna Vereshchuk, vice-primeira-ministra, ministra para a Reintegração dos Territórios Temporariamente Ocupados da Ucrânia.

Ela enfatizou que nos últimos dias, quando os corredores humanitários foram abertos, a Rússia recorreu a violações grosseiras dos acordos de cessar-fogo.

Os ocupantes abriram fogo contra comboios humanitários, assentamentos bombardeados e pontos de encontro para civis que tentavam fugir da zona de guerra, além de fazer reféns pessoas que escoltavam os comboios. Um de nossos socorristas, Oleksiy Danchenko, ainda está preso”, disse.

Vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, em pronunciamento na quarta-feira (Ukrinform)

Vereshchuk também lembrou que em 15 de março, invasores russos tomaram as instalações de um hospital de terapia intensiva em Mariupol, fazendo reféns 400 funcionários civis da instituição. Eles estão atualmente usando o hospital como um ponto de tiro. Isso representa uma enorme ameaça ao movimento de civis ao longo dos corredores humanitários.

“Em tais condições, não podemos retirar as pessoas com segurança”, disse Vereshchuk.

Mariupol é uma cidade com 500 mil habitantes, atacada pelos militares da Rússia, mas 20 mil conseguiram sair. Na terça-feira (15) dois mil carros conseguiram sair da cidade, às 14h, com destino a Zaporizhia, para obtenção da ajuda necessária. Outros 2 mil veículos saíram mais tarde. 

Na segunda-feira (14), quase 150 mil pessoas usaram os corredores humanitários em toda a Ucrânia, para serem evacuados para locais seguros.

Desde 24 de fevereiro a Ucrânia está sob a artilharia da Rússia, atacando residências, hospitais, universidades, escolas e outros, para matar civis, incluindo as crianças.

Post de 4 deste mês mostra pai chorando diante do corpo sem vida do filho em Mariupol.

Fontes: FNN e Ukrinform

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Quarta-feira: quase 58 mil novos casos e 163 óbitos

Publicado em 16 de março de 2022, em Sociedade

Embora em algumas províncias o número continue elevado, o total está no mesmo patamar da terceira semana de janeiro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 57.921 testados positivo para o coronavírus na quarta-feira (16), com o mesmo nível da terceira semana de janeiro, ou seja, no começo da sexta onda de infecção.

Publicidade

Ainda que parte das províncias de Kanto continuem com números elevados, como Tóquio, a qual passou de 10 mil nesta data, o governo decidiu não prorrogar mais as medidas prioritárias de controle.

Primeiro-Ministro em coletiva de imprensa na noite de quarta-feira (The Page)

“O país está com média diária de metade dos casos do pico da sexta onda e considerando que o número de pacientes em estado grave está sob controle”, explicou o Primeiro-Ministro, Fumio Kishida, em coletiva de imprensa às 19h.

Por isso, irá encerrar o período de aplicação das medidas prioritárias nas 18 províncias, na data prevista, 21 deste mês, para que a população volte à vida normal. 

As províncias são Tóquio, Kanagawa, Osaka, Aichi, Gifu e outras.

Números das províncias

Foram 10.221 em Tóquio, 5.739 em Osaka, 4.510 em Kanagawa, 3.933 em Saitama, 3.761 em Aichi, 3.260 em Chiba, 2.985 em Hyogo e 2.474 em Fukuoka.

Nas demais províncias foram 1.364 em Shizuoka, 1.261 em Ibaraki, 721 em Gunma, 655 em Tochigi, 638 em Shiga, 562 em Mie, 542 em Nagano, 499 em Gunma, 293 em Fukui e 106 em Shimane.

O dia teve 163 óbitos, sendo 36 em Osaka, 21 em Tóquio, 14 em Aichi, 13 em Kanagawa, 10 em Quioto, 9 em Chiba e em Saitama, 8 em Fukuoka, 5 em Hokkaido, 4 em Shiga, além de outras províncias.  

São 1.140 pacientes em estado grave, dentre os 614.046 em tratamento.

Em contrapartida, são 5.281.497 pessoas recuperadas da covid.

Na segunda-feira (14) foram realizados 84.329 testes PCR.

Veja os dados por província.

REGIÃO PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 1.933
Tohoku Aomori 522
Iwate 342
Miyagi 729
Akita 227
Yamagata 218
Fukushima 430
Kanto Ibaraki 1.261
Tochigi 655
Gunma 721
Saitama 3.933
Chiba 3.260
Tóquio 10.221
Kanagawa 4.510
Hokuriku Niigata 517
Toyama 457
Ishikawa 406
Fukui 293
Koshin Yamanashi 244
Nagano 542
Tokai Gifu 499
Shizuoka 1.364
Aichi 3.761
Mie 562
Kinki Shiga 638
Quioto 1.320
Osaka 5.739
Hyogo 2.985
Nara 777
Wakayama 175
Chugoku Tottori 107
Shimane 105
Okayama 594
Hiroshima 952
Yamaguchi 344
Shikoku Tokushima 198
Kagawa 463
Ehime 271
Kochi 201
Kyushu Fukuoka 2.474
Saga 325
Nagasaki 242
Kumamoto 632
Oita 212
Miyazaki 278
Kagoshima 365
Okinawa 827
Aeroportos 90
TOTAL GERAL 57.921
Fontes: News Digest, The Page e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância