Nestlé Japan informa aumento de preços

Alguns KitKats terão aumento de preços e outros terão volume reduzido. Veja a partir de quando.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagens ilustrativas de dois KitKat (HP)

A Nestlé Japan, com sede em Kobe (Hyogo), anunciou na segunda-feira (4), que decidiu aumentar os preços do chocolate KitKat, a partir das entregas em julho deste ano.  

Publicidade

Mas não é toda a linha que sofrerá aumento, e sim o KitKat Mini 12 unidades, cujo preço sugerido de 324 passará a 356 ienes, já com imposto. O sortido de 146 gramas passará de 378 para 416 ienes.   

Outra estratégia para não alterar os preços foi reduzir o conteúdo de 10 produtos, a partir de 15 de junho. Por exemplo, o KitKat Mini de 14 unidades passará para 13. 

Sobre o motivo, a Nestlé informou que o aumento dos preços dos grãos de cacau, do açúcar, do trigo e outros, que são as matérias-primas, e a desvalorização do iene avançando, não é possível absorver o aumento do custo somente com os esforços corporativos. 

No passado a fabricante já alterou o conteúdo de seus produtos, mas esta é a primeira vez que revisa os preços, informou.

No meio industrial de doces, a Meiji também decidiu aumentar os preços de 136 itens como chocolates e gomas a partir dos despachos do próximo mês.

Com o contínuo aumento dos preços das matérias-primas, é possível que outros fabricantes façam o mesmo que a Nestlé e Meiji.  

Fontes: NHK e Yomiuri

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mortes civis em Bucha na Ucrânia causam indignação internacional

Publicado em 5 de abril de 2022, em Notícias do Mundo

‘Esses são crimes de guerra e serão reconhecidos pelo mundo como genocídio”, disse Zelensky em uma visita a Bucha.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Forças russas deixaram para trás tanque e veículos armados (YouTube/Insider)

A indignação internacional se espalhou na segunda-feira (4) com as mortes de civis no norte da Ucrânia, onde uma vala comum e corpos amarrados de pessoas mortas a tiros foram encontrados em uma cidade tomada de volta das forças russas, enquanto Moscou mudou o foco do combate para outros lugares.

Publicidade

As mortes em Bucha, nos arredores de Kiev, atraíram promessas de mais sanções contra Moscou por parte dos EUA e Europa, possivelmente incluindo algumas restrições sobre os bilhões de dólares em energia que a Europa ainda importa da Rússia.

As descobertas ocorreram contra um cenário de barreiras de artilharia no sul e leste da Ucrânia, onde a Rússia diz agora estar focando após fracassar em tentativas de tomar principais cidades no núcleo do país.

Esses são crimes de guerra e serão reconhecidos pelo mundo como genocídio”, disse o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky em uma visita a Bucha.

O Kremlin negou categoricamente quaisquer acusações relacionadas ao assassinato de civis, incluindo em Bucha. “Essa informação deve ser questionada seriamente”, disse o porta-voz do Kremilin, Dmitry Peskov, ao repórteres.

“A partir do que vemos, nossos especialistas identificaram sinais de falsificação de vídeo e outras fakes”.

Zelensky disse que o que aconteceu dificultou para a Ucrânia negociar com a Rússia. Nenhum lado ofereceu atualizações sobre negociações de paz que seriam retomadas na segunda-feira (4).

O presidente dos EUA, Joe Biden, pediu um julgamento do presidente Vladimir Putin por crimes de guerra, chamando-o de “brutal”.

O conselheiro de segurança nacional de Biden sugeriu que um julgamento poderia ser realizado no Tribunal Internacional de Crimes de Guerra.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência