Reino Unido e Japão assinam acordo militar

O acordo é o primeiro do tipo entre o Japão e um país europeu. Ele ocorre após Johnson e Kishida terem condenado a invasão da Ucrânia pela Rússia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O acordo ocorre após ambos os primeiros-ministros terem condenado a invasão da Ucrânia ela Rússia (TV Asahi)

Boris Johnson prometeu trabalhar com outros países para assumir “poderes autocráticos e coercivos”, após assinar uma parceria de defesa com o Japão.

Publicidade

O primeiro-ministro britânico se encontrou com seu homólogo Fumio Kishida em Downing Street, onde as duas nações também anunciaram exercício militares conjuntos e trabalho aumentado para alívio de desastres.

O acordo é o primeiro do tipo entre o Japão e um país europeu. Ele ocorre após ambos os primeiros-ministros terem condenado a invasão da Ucrânia pela Rússia.

O acordo também segue uma política de revisão integrada de defesa e de relações estrangeiras do governo do Reino Unido, publicada no ano passado, a qual anunciou uma “disputa” na região do Indo-Pacífico.

A reunião entre Johnson e Kishida também focou em como exercer pressão sobre a Rússia e ajudar aliados a se tornarem menos dependentes de seu petróleo e gás.

Fonte: BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mulher é retirada viva dos escombros, 131 horas depois

Publicado em 6 de maio de 2022, em Ásia

Um prédio desabou na China causando a morte de 53 pessoas. As buscas já foram encerradas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Prédio de 8 andares no chão (ANN)

Segundo a imprensa chinesa, as autoridades locais anunciaram na coletiva de imprensa realizada na sexta-feira (6), que um total de 53 mortes foram confirmadas, em consequência de um prédio que desabou.

Publicidade

Em 29 de abril, na cidade de Changsha, província de Hunan, China, um prédio suspeito de ter sido construído ilegalmente, de 8 andares, desmoronou repentinamente. Inicialmente foi construído com 6 pisos, depois foi aumentado para 8 andares.

Além do anúncio das vítimas fatais, a informação é de que 10 pessoas foram resgatadas vivas, incluindo uma mulher retirada dos escombros 131 horas após a ocorrência.

A busca pelas pessoas desaparecidas foi encerrada, assim como as atividades dos bombeiros no local.   

Esse prédio tinha restaurantes, pousadas e residências. A polícia já prendeu os proprietários do prédio, além dos responsáveis pela construção, como suspeitos de obra com irregularidades. 

Fonte: ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância