Benefício do parto e para recém-nascido será aumentado em 2023

O governo japonês irá aumentar o valor do benefício pago para o parto e ao recém-nascido.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mãe com recém-nascido (PxHere)

O secretário-chefe do gabinete do governo, Hirokazu Matsuno, anunciou na sexta-feira (17) que aumentará o benefício do parto e assistência infantil pago pelo seguro público, a partir do ano fiscal 2023.  

Publicidade

“Como governo queremos chegar a uma conclusão no processo do orçamento no final deste ano para implementar o aumento a partir do próximo ano”, declarou Matsuno em coletiva de imprensa.  

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, disse em uma coletiva há dois dias que o valor desse aumento será significativo, a critério dele. Portanto, ainda não se sabe quanto mais será, pois o valor atual é de 420 mil ienes.

“Queremos promover a criação de um ambiente onde as mulheres possam engravidar e dar à luz com tranquilidade”, disse Kishida.  

De acordo com uma pesquisa, o custo real do parto aumentou para uma média para 460 mil ienes no ano fiscal de 2019 nas áreas urbanas.

O governo está atualmente analisando o custo do parto por meio de questionários entre as gestantes do país. Com base nos resultados, o conselho do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar (MHLW) discutirá o aumento.

Fontes: Nikkei e NTV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Mais de 800 famílias são afetadas por surto de doença intestinal na Coreia do Norte

Publicado em 17 de junho de 2022, em Ásia

O jornal Rodong Sinmun não nomeou a doença ou revelou seus sintomas, mas uma agência de notícias sul-coreana sugere que pode ser febre tifoide ou cólera.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Segundo o Rodong Sinmun, famílias receberam pacotes de medicamentos preparados pela família de Kim Jong-un (banco de imagens)

A Coreia do Norte diz que mais de 800 famílias foram afetadas por um surto de doença intestinal no sudoeste do país.

Publicidade

O jornal do dominante Partido dos Trabalhadores, o Rodong Sinmun, emitiu os relatos em sua edição desta sexta-feira (17). O jornal divulgou sobre o surto que ele chama de “epidemia entérica aguda” pela primeira vez na quinta-feira (16).

As famílias afetadas moram em algumas áreas da província de Hwanghae do Sul, incluindo a cidade de Haeju.

O jornal não nomeou a doença ou revelou seus sintomas. A agência de notícias sul-coreana Yonhap sugere que pode ser febre tifoide ou cólera.

Antes, o jornal havia reportado que famílias nas áreas haviam recebido pacotes de medicamentos preparados pela família de Kim Jong-un. Ele indicou que os moradores choraram quando agradeceram pelo carinho do líder.

Observadores dizem que autoridades norte-coreana estão esperando mostrar que se importam com a população, enquanto continuam a combater a propagação do que pode ser do coronavírus.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância