Oitava onda de infecção no Japão poderá ocorrer antes do fim da sétima

Há uma forte preocupação em relação à subvariante da ômicron chamada Centaurus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Coronavírus (Pixabay)

Após a confirmação do primeiro caso de infecção pela subvariante da ômicron apelidada de Centaurus, ou BA.2.75 no Japão, há uma forte preocupação em relação a uma nova onda de infecção do coronavírus quando essa passaria a substituir a BA.5.

Publicidade

A Centaurus tem mais mutações do que a BA.5 e isso preocupa os pesquisadores. De acordo com um estudo de uma universidade americana, diz-se que a Centaurus tem cerca de 3 vezes a infectividade da BA.5, que agora está generalizada e é a causa da 7.ª onda de infecção pelo coronavírus no Japão.

Além de sua forte infectividade, também foi apelidada de Centaurus porque possui as duas propriedades, como a de corpo de cavalo e membro superior de um homem, de infectar a pessoa mesmo que seja vacinada.

“Mesmo enquanto a 7.ª onda de BA.5 atinja o pico até certo ponto, se for substituída pela Centaurus, a próxima grande onda poderá ocorrer antes que ela comece a passar”, analisou o professor Hiroyuki Moriuchi, da Escola de Pós-Graduação da Universidade de Nagasaki.

“Não acho que a taxa de gravidade da doença seja alta, mas vai depender de como poderemos responder”, disse em relação à subvariante BA.2.75

“Se a infectividade da Índia for verdadeira, acho que provavelmente essa subvariante substituirá a BA.5. Se o impulso for triplicado se espalhará de pessoa para pessoa a cada dois dias, então aumentará cerca de 30 vezes mais rápido em uma semana”, calcula o professor. 

Mas, ainda faltam dados científicos mais detalhados para compreender os efeitos dessa subvariante nas pessoas infectadas.

Fontes: ANN e FNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Suzuki muda OEM da Nissan para Toyota

Publicado em 27 de julho de 2022, em Economia

Uma minivan da Suzuki não será mais fabricada pela Nissan mas sim pela Toyota.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Minivan Landy da Suzuki (HP)

A Suzuki encerrará a aquisição da produção de veículos OEM da Nissan Motor, anunciou na terça-feira (26). 

Publicidade

A Suzuki está promovendo o fornecimento mútuo de veículos na Índia e na Europa com a Toyota Motor, com a qual possui uma aliança de capital e de negócios, desde 2019. Por isso, mudará a sua produção terceirizada dos veículos para o mercado doméstico para a Toyota

A Suzuki vem adquirindo a minivan da Nissan – Serena – desde janeiro de 2007 e vendendo-a no mercado interno como Landy. Em um futuro próximo, as minivans Noah e Voxy da Toyota serão trocadas de acordo com o lançamento do novo modelo Landy.

Ao aprofundar as relações com a Toyota, a montadora pretende manter uma ampla linha de veículos movidos a gasolina, além de desenvolver tecnologias de última geração, como veículos elétricos (VEs).

OEM é um acrônimo de Original Equipment Manufacturing, o qual pode ser traduzido como fabricação de produtos finais pela empresa parceira. 

Fontes: Yomiuri e Nikkei

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência