Alerta de insolação em 35 províncias na terça-feira

O governo emitiu alerta para grande parte das províncias, porque o calor promete ser pior do que na segunda-feira.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Céu ensolarado (Flickr)

O alerta à vigilância com a insolação foi emitido para 35 províncias do país, pelo Ministério do Meio Ambiente do Japão, na manhã de terça-feira (2). Há estimativa de calor pior do que no dia anterior.

Publicidade

Há locais onde a temperatura poderá subir e chegar a 40ºC, principalmente nas regiões Kanto e Tokai. A máxima está se aproximando da maior já registrada no Japão, de 41,1°C em Hamamatsu (Shizuoka) e em Kumagaya (Saitama). Portanto, requer vigilância rigorosa contra a insolação e hipertermia.  

Vale lembrar que esse alerta à vigilância contra a insolação é emitido pelo governo quando a previsão indica que a temperatura máxima será igual ou superior a 33ºC. Veja as províncias por região.

  • Kanto-Koshin: Tóquio, Chiba, Kanagawa, Saitama, Ibaraki, Gunma, Tochigi, Nagano e Yamanashi
  • Tokai: Aichi, Gifu, Mie e Shizuoka
  • Hokuriku: Toyama, Ishikawa e Fukui
  • Kinki: Shiga, Quioto, Hyogo e Wakayama
  • Chugoku: Okayama, Hiroshima, Shimane e Tottori
  • Shikoku: Ehime, Kochi, Kagawa e Tokushima
  • Kyushu: Yamaguchi, Fukuoka, Oita, Nagasaki, Saga, Kumamoto e Miyazaki e Kagoshima incluindo as ilhas Amami
  • Okinawa, somente a ilha principal

O governo pede que tome todos os cuidados evitando locais de alta temperatura o máximo possível, que ligue o ar-condicionado nos ambientes internos e que se hidrate com frequência antes de sentir sede. 

Mapa divulgado pelo governo na manhã de terça-feira (ENV)

Fontes: ENV e Tenki

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Índia confirma primeira morte por varíola dos macacos na Ásia

Publicado em 2 de agosto de 2022, em Ásia

O indiano de 22 anos morreu no sábado (29). O governo isolou 21 pessoas que tiveram contato com ele.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

A Índia confirmou sua primeira morte por varíola dos macacos na segunda-feira (1º), um homem jovem de Querala, no que é apenas o quarto óbito conhecido em decorrência da doença no atual surto.

Publicidade

Na semana passada, a Espanha reportou duas mortes relacionadas à varíola dos macacos e o Brasil a primeira. A morte na Índia também é a primeira na Ásia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto uma emergência de saúde global em 23 de julho.

O indiano de 22 anos morreu no sábado (29), disse o ministro da Receita de Querala aos repórteres, acrescentando que o governo havia isolado 21 pessoas que tiveram contato com ele.

“A pessoa chegou a Querala em 21 de julho, mas foi ao hospital apenas no dia 26 quando apresentou fadiga e febre”, disse o ministro K.Rajan, acrescentando que não havia razão específica para entrar em pânico, visto que nenhum dos contatos primários estava apresentando sintomas.

A ministra da Saúde de Querala, Veena George, disse aos repórteres no domingo (31) que a família do homem falou para as autoridades no dia anterior que ele havia testado positivo nos Emirados Árabes Unidos antes de retornar para a Índia.

No fim do mês passado, a OMS disse que 78 países haviam reportado mais de 18 mil casos de varíola dos macacos, a maioria na Europa.

A transmissão de humano para humano ocorre através de contato com fluidos corporais, lesões na pele ou em superfícies de mucosas internas, como boca ou garganta, gotículas respiratórias e objetos contaminados.

Fonte: Irish Times

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência