Quarta-feira: 243 mil novos casos de coronavírus no Japão

Houve uma diferença de 12 mil testados positivo a mais do que na quarta-feira anterior. Recorde em 4 províncias.

SARS-CoV-2 (CDC)

O Japão teve 243.483 testados positivo para o novo coronavírus na quarta-feira (24), aumentando a soma cumulativa para 17.798.318 pessoas infectadas nesta epidemia.

Publicidade

Muitas províncias tiveram a soma diária mais elevada do que na semana anterior, mas 4 tiveram o maior número desta epidemia, incluindo Mie e Shizuoka (veja na tabela abaixo).

As províncias com maiores números são as listadas abaixo.

  1. Tóquio: 25.444
  2. Osaka: 20.807
  3. Aichi: 18.199
  4. Hyogo: 11.452
  5. Fukuoka: 10.717

Recuperações, óbitos e pacientes em tratamento

O total de óbitos do dia foi de 301, elevando a soma cumulativa para 37.916 mortes por covid. As províncias com os maiores números são: 28 em Kanagawa, 27 em Aichi, 26 em Osaka, 22 em Tóquio, 19 em Saitama, 18 em Fukuoka, 16 em Chiba, 12 em Mie e em Hyogo, 11 em Nagasaki, 8 em Quioto, 7 em Okinawa, 6 em Okayama e em Kagoshima, 5 em Toyama, em Yamagata e em Hiroshima, além de outras.

São 2.314.834 pacientes em tratamento, dos quais 636 estão em estado grave.

Em contrapartida, são 15.445.568 pessoas recuperadas da covid.

Veja os dados dos testados positivo, por província no Japão. As em vermelho são as que tiveram recorde.

REGIÃO
PROVÍNCIA TOTAL
Hokkaido 6.886
Tohoku
Aomori 2.031
Iwate 1.835
Miyagi 3.896
Akita 1.679
Yamagata 1.803
Fukushima 3.191
Kanto
Ibaraki 4.039
Tochigi 2.668
Gunma 2.514
Saitama 10.912
Chiba 7.106
Tóquio 25.444
Kanagawa 9.790
Hokuriku
Niigata 3.623
Toyama 2.715
Ishikawa 2.632
Fukui 1.713
Koshin
Yamanashi 1.406
Nagano 3.169
Tokai
Gifu 4.196
Shizuoka 7.971
Aichi 18.199
Mie 4.674
Kinki
Shiga 3.019
Quioto 5.766
Osaka 20.807
Hyogo 11.452
Nara 2.519
Wakayama 1.755
Chugoku
Tottori 1.082
Shimane 1.037
Okayama 3.884
Hiroshima 7.408
Yamaguchi 3.407
Shikoku
Tokushima 3.182
Kagawa 2.381
Ehime 3.131
Kochi 2.031
Kyushu
Fukuoka 10.717
Saga 1.980
Nagasaki 4.316
Kumamoto 4.288
Oita 2.844
Miyazaki 3.781
Kagoshima 4.843
Okinawa 3.729
Aeroportos 32
TOTAL GERAL 243.483
Fontes: News Digest e NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Kishida anuncia novas medidas em relação à covid, incluindo as de fronteiras

Publicado em 24 de agosto de 2022, em Sociedade

As medidas de fronteiras serão relaxadas e o governo está revisando como conciliar as atividades socioeconômicas com a epidemia.

Imagem ilustrativa de um dos aeroportos (ANN)

Como o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, está em tratamento domiciliar da covid, realizou uma coletiva de imprensa online, a partir da residência oficial, na quarta-feira (24), para informar sobre as novas medidas em relação à epidemia do novo coronavírus.

Publicidade

Explicou sobre uma política para revisar o número total de pessoas infectadas, a fim de reduzir a carga sobre instituições médicas e centros de saúde pública. Atualmente as instituições que cuidam dos pacientes que testaram positivo para o coronavírus devem informar o nome, data de nascimento e outros detalhes.

Mas, para evitar a sobrecarga, “o escopo da notificação do paciente se limita aos idosos e à hospitalização a critério do governo local. Será possível limitar o número para aqueles que precisam de tratamento e aqueles que correm o risco de adoecer gravemente e precisam de tratamento”, explicou.

Mas isso não é impedimento para informar o número total de pessoas testadas positivo no dia.

Medidas de fronteiras relaxadas

Primeiro-ministro em home office concede entrevista online (NHK)

“Vamos relaxar ainda mais as medidas, como o número total de pessoas que entram no país, inspeções antes da partida e medidas de quarentena no momento da entrada”, anunciou.

“Em primeiro lugar, anunciamos que isentaremos todos os passageiros, inclusive os japoneses, da apresentação de certificado negativo do teste do coronavírus, desde que apresentem o comprovante da terceira dose da vacinação“, anunciou. Essa medida vale a partir de 7 de setembro.

Atualmente está limitado para até 20 mil passageiros diários vindos do exterior, mas disse que planeja diminuir gradualmente as restrições.

Tratamento domiciliar e economia convivendo com a epidemia

Além disso, em relação ao período de tratamento em casa que os pacientes são solicitados a cumprir sem sair, disse que pretende reduzir esse tempo, depois de observar cuidadosamente o progresso geral da situação da epidemia.

“Não é fácil lutar contra o coronavírus, mas faremos o possível para encontrar um equilíbrio entre a infecção e as atividades socioeconômicas, sem temor e com base nas características de mutação da cepa ômicron. Vamos acelerar nossa resposta a essa situação”, declarou Kishida.   

Fontes: NHK e ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros