Embaixada dos EUA emite alerta e pede a americanos que deixem a Rússia

O alerta ocorre após a ordem do presidente Vladimir Putin destinada à mobilização parcial de homens russos para lutar em sua guerra na Ucrânia.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Bandeira da Rússia (banco de imagens)

A embaixada dos EUA em Moscou emitiu um alerta de segurança na quarta-feira (28) o qual novamente pediu aos cidadãos americanos que deixem a Rússia imediatamente enquanto ainda há opções para sair do país.

Publicidade

O alerta ocorre após a ordem do presidente Vladimir Putin destinada à mobilização parcial de homens russos para lutar em sua guerra na Ucrânia.

“A Rússia pode se recusar a reconhecer a cidadania americana de cidadãos com dupla nacionalidade, negar seu acesso à assistência consular dos EUA, evitar sua partida do país e recrutar cidadãos com dupla nacionalidade para o serviço militar”, disse o alerta.

A embaixada tem alertado consistentemente os americanos a não viajarem para a Rússia e saírem do país imediatamente.

O alerta da embaixada pediu aos cidadãos dos EUA que “evitem todos os protestos políticos ou sociais e que não fotografem pessoal de segurança nesses eventos”, citando que “o direito a encontro pacífico e liberdade de expressão não são garantidos na Rússia”.

O alerta de segurança disse que a embaixada “tem severas limitações em sua habilidade de auxiliar cidadãos dos EUA e condições, incluindo opções de transporte, podem repentinamente ficar ainda mais limitadas”.

Fonte: CNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Ranking do Índice de Felicidade das 47 províncias do Japão: uma delas é top pelo 5.º ano consecutivo

Publicado em 29 de setembro de 2022, em Sociedade

Três das 4 províncias da região Hokuriku entraram no top 5 do ranking bienal, portanto, a eleita em primeiro lugar se mantém por 10 anos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem meramente ilustrativa de paisagem urbana (NHK)

Na quarta-feira (28) foi anunciado o Ranking do Índice Felicidade 2022 das 47 províncias do Japão, pelo think tank privado Japan Research Institute, o qual analisa 5 aspectos importantes como saúde, cultura e educação.  

Publicidade

Pela 5.ª vez consecutiva a província de Fukui se classificou como a melhor das 47Em termos de avaliação por área, o trabalho e a educação ficaram em primeiro lugar.

No aspecto relacionado ao trabalho, a taxa de implementação de estágio, no qual os alunos podem ter uma experiência para o emprego foi um dos destaques. No quesito educação, Fukui é a província com menor número de crianças que não frequentam a escola, e também é a que mais aproveita as salas de aula não utilizadas para outros fins.

A província de Fukui obteve as maiores pontuações nos quesitos trabalho e educação, 4.º em estilo de vida, 11.º em saúde e perdeu muitos pontos no aspecto cultural, ficando em 41.º lugar, um aspecto que necessita melhorias. 

No ranking da felicidade, 3 das 4 primeiras províncias são da região Hokuriku.

  1. Fukui
  2. Ishikawa
  3. Tóquio
  4. Toyama

Essa pesquisa é realizada a cada 2 anos e para saber os dados e a classificação de todas as províncias é preciso adquirir o livro (toque aqui).

Fontes: NHK e Fukui Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância