Juiz determina ao Japão a pagar compensação pela morte do estrangeiro detido na Imigração

A família enlutada pediu 6 vezes mais o valor que o juiz achou aplicável a esse caso de morte dentro do presídio da Imigração, sem o socorro necessário.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa do martelo do juiz (PicPedia)

Em 2014, um camaronês, 43, que estava detido no Centro de Imigração Higashi-Nihon na cidade de Ushiku (Ibaraki), queixou-se de problemas de saúde mas não recebeu a devida atenção e foi encontrado morto no dia seguinte.

Publicidade

A família enlutada entrou com um processo contra o país em outubro de 2017 solicitando uma compensação no valor de 10 milhões de ienes e só agora o julgamento chegou ao fim. 

O juiz do Tribunal Distrital de Mito (Ibaraki) ordenou ao governo o pagamento de 1,65 milhão de ienes de indenização na sexta-feira (16). “Na noite anterior à sua morte, o homem mostrou um olhar angustiado e gritou repetidamente que estava morrendo. Deveria ter sido providenciada uma ambulância”, disse o juiz

“Reconhece-se que houve negligência em não solicitar uma ambulância até que foi encontrado com parada cardiorrespiratória na manhã seguinte”, emendou.

“A extensão da violação do dever de cuidado pela equipe não pode ser considerada leve”, ressaltou o magistrado.

No entanto, o juiz não reconheceu a relação causal entre a morte e o fato de não ter sido socorrido imediatamente. Disse que havia a possibilidade de que sua vida pudesse ser estendida se o camaronês tivesse sido transportado de ambulância e recebesse tratamento em uma instituição médica.

O homem de nacionalidade camaronesa chegou em Narita em outubro de 2013. Mas, não conseguiu obter permissão de entrada e ficou detido na unidade de Imigração do aeroporto e um mês depois foi transferido para a de Ushiku. O camaronês tinha diabetes e vinha se queixando desde o dia 27. Na madrugada do dia 29 de março de 2014, reclamou de dores no peito e insônia aos funcionários. Ignorado, morreu na manhã seguinte.   

Fontes: NHK, Asahi e Mainichi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

FamilyMart é a terceira rede a aumentar os preços dos cafés

Publicado em 19 de setembro de 2022, em Economia

Com esse anúncio os consumidores têm poucos dias para comprar o café por ¥100, pois logo deixará de existir.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Linha do Famima Café (divulgação)

Segundo a rede de lojas de conveniência FamilyMart, os cafés que são vendidos nos caixas terão os preços reajustados porque “o custo das matérias-primas disparou e o a taxa cambial causa impacto”. 

Publicidade

O aumento máximo é de 30 ienes, como o Blend M, que passa de 150 para 180 ienes, e o gelado passa de 180 para 210 ienes.

No futuro, a rede planeja revisar os preços de alguns produtos, como os oniguiris, lanches embalados, sushis, sanduíches e macarrão em cerca de 1 a 17%.

Os preços dos principais cafés com aumento a partir de 27 de setembro são:  

  • Blend S passa de 100 a 110 ienes, o M de 150 para 180 ienes, e o L de 195 para 210 ienes
  • Blend gelado S de 100 a 110 ienes, o M de 180 para 210 ienes, e o L de 195 para 210 ienes
  • Latte M de 150 para 180 ienes e o L de 195 para 210 ienes
  • Latte M gelado de 180 para 210 ienes e L de 260 para 290 ienes

As demais redes – 7-Eleven e Lawson – já anunciaram anteriormente, só faltava a Famima que estava segurando os preços. Assim, o café de ¥100 desaparece de todas as maiores lojas de conveniência.

Fontes: Yomiuri e Fukui Shimbun

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência