Ghibli Park em Aichi: 3 áreas de pura emoção

Quem assistiu os encantadores animês Castelo no Céu, Tonari no Totoro, Maju no Takkyubin e outros, é claro que quer visitar o parque em Aichi.

Uma das áreas do Ghibli Park (Chunichi)

Na manhã de segunda-feira (31) foi realizada uma cerimônia especial antes da abertura do Parque Ghibli ao público, em Nagakute (Aichi), a partir de terça-feira, 1.º de novembro.  

Publicidade

A cerimônia de corte de fitas teve início às 11h30 com a presença do governador da província de Aichi, Hideaki Omura, e claro, do diretor do Studio Ghibli, Goro Miyazaki, e do produtor Toshio Suzuki, para celebrarem juntos a inauguração.

O parque está instalado em um grande espaço, Aichi Expo Commemorative Park, com 3 áreas distintas: Dondoko Forest, Seishun no Oka (Hills of Youth) e Ghibli’s Grand Warehouse.  

No parque gigantesco da Aichi Expo há restaurantes, mas no Ghibli só tem um café para saborear alguns doces e outras delícias. Para quem quer comprar lembrancinhas pode visitar o Grand Warehouse Shop.

Para visitar o esperado parque é preciso fazer reservas dos ingressos com data e horário especificados, incluindo as áreas que quer visitar.

O número máximo de visitantes diários é limitado a 5 mil. Caso queira ver como se faz a reserva leia a matéria anterior (toque aqui)

O acesso ao parque pode ser feito de carro (toque aqui para abrir o mapa), de ônibus (¥1.000) que sai da estação de ônibus da Meitetsu (名鉄バスセンター) ou usar o Linimo (trem linear de levitação magnética), a partir da estação de metrô Fujigaoka (藤が丘).

Antes de visitar o Ghibli Park assista ao vídeo do jornal Chunichi para ter uma ideia do que irá apreciar.

Fontes: CBC TV e Chunichi 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Quinto tufão de outubro e 98 mortes pelo Nalgae nas Filipinas

Publicado em 31 de outubro de 2022, em Tempo

O novo tufão também deve seguir para as Filipinas, onde o anterior, Nalgae, causou mortes e ainda há desaparecidos, além dos danos materiais.

Formação do tufão 23 na 2.ª feira, enquanto o 22.º causou danos humanos e materiais (AMJ)

A Agência de Meteorologia do Japão (AMJ) informou sobre a formação do 23.º tufão do ano, às 13h27 de segunda-feira (31), perto das Ilhas Carolinas, no Oceano Pacífico.

Publicidade

Foi batizado como Banyan, por Hong Kong, o nome de uma árvore. O tufão de número 23 está com 1.002hPa, tem 385km de diâmetro e se desloca em direção a Filipinas a uma velocidade de 25km/h.

Esse é o quinto tufão de outubro, incomum para o mês, já que a média é de 3,4 tufões. Embora a temporada desse fenômeno tenha passado, em novembro e dezembro ainda pode ter mais ocorrências, de 2 e 1, respectivamente.

Caos causado pelo tufão 22

Equipe de resgate socorrendo uma pessoa soterrada pelo deslizamento causado pelo tufão 22 (NPR)

Segundo informações da mídia local, até segunda-feira, foram confirmadas pelo menos 98 mortes por causa do tufão de número 22, o Nalgae, com uma das tempestades mais destrutivas que atingiram as Filipinas este ano. 

Há dezenas de outros desaparecidos depois que os moradores fugiram na direção errada e foram soterrados em um deslizamento carregado de pedras, enquanto mais de um milhão de outros sofreram com inundações e enchentes em várias províncias, disseram autoridades na segunda-feira.

Cerca de 63 pessoas foram dadas como desaparecidas, enquanto 69 pessoas ficaram feridas.

A região de Bangsamoro teve 53 mortes, com 22 pessoas ainda desaparecidas, informou um boletim.

Os danos à infraestrutura devido a fortes chuvas e ventos fortes foram avaliados em 757,84 milhões de pesos, o equivalente a 20,41 milhões de dólares americanos.

Fontes: News Digest, Yahoo!, AMJ, WeatherNews, NPR e Goulburn Post

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros