China começou a desenvolver vacina da Covid antes do surto da doença

O relatório conclui que mais provavelmente a pandemia veio de um vazamento de laboratório em Wuhan. Isso acrescenta evidência de que o país tentou cobrir infecções iniciais.

Ilustrativa (banco de imagens)

A China começou a desenvolver vacinas contra covid-19 antes do início oficial do surto, afirma novo relatório.

Publicidade

Um documento de 300 páginas, compilado pelo Senados dos EUA, sugere que pesquisadores começaram a trabalhar em um programa de vacinas em meados de novembro de 2019.

Isso acrescenta evidência de que o país tentou cobrir infecções precoces antes da Organização Mundial da Saúde (OMS) ter sido informada em 31 de dezembro.

O relatório também conclui que a pandemia mais provavelmente veio de um vazamento de laboratório e foi resultado de um “incidente relacionado a pesquisa” em Wuhan.

E ele até sugere que pode ter havido dois outros eventos de vazamentos não intencionais com apenas semanas de diferença.

O documento, que foi divulgado no site de notícias dos EUA, Axios, é a versão completa de um sumário de 35 páginas publicado em outubro pelo Comitê do Senado da Saúde, Trabalho e Pensões.

“A pandemia foi mais provavelmente o resultado de um incidente relacionada à pesquisa”.

“Nova informação, disponível publicamente e independentemente verificável, poderia mudar essa avaliação”.

Investigações feitas pelo comitê mostram que uma equipe liderada pelo professor Yusen Zhou, da Academia de Ciência Médicas Militares, apresentou uma patente para uma vacina da covid-19 em 24 de fevereiro de 2020.

Especialistas entrevistados por investigadores disseram que teria levado pelo menos de 2 a 3 meses para alcançar esse estágio, sugerindo que trabalho deve ter começado em novembro de 2019, um mês antes da China divulgar publicamente detalhes sobre o vírus.

Fonte: Daily Mail

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Frio que só acontece uma vez a cada 10 anos

Publicado em 21 de abril de 2023, em Tempo

As condições climáticas oscilam e haja saúde para acompanhá-las.

Foto ilustrativa de homem com agasalho com capuz (WallpaperFlare)

Na sexta-feira (21) continuou o calor fora de época, principalmente entre Kanto e Kyushu, nas províncias banhadas pelo Oceano Pacífico. Foram registrados 29ºC nas cidades de Iida (Nagano) e Kofu (Yamanashi), além de 27ºC em Nagoia (Aichi).

Publicidade

Durante o dia as populações de cada região enfrentaram um calor anormal, típico de verão. Por outro lado, as províncias banhadas pelo Mar do Japão tiveram queda de temperatura, especialmente na região Hokuriku.

O calor dos últimos dias chega ao fim pois a previsão indica que a partir do final de semana poderá fazer um frio que só acontece a cada 10 anos, incomum na primavera.

Em Tsu (Mie) a temperatura poderá cair dos 27ºC de sexta-feira para máxima de 18ºC a partir de sábado (22), perdurando durante a semana.

A diferença na cidade de Gifu é ainda mais gritante: dos 29ºC de sexta-feira deverá cair 16ºC na próxima quarta-feira (26). Em Saitama a previsão é de mínima de 9ºC na próxima sexta-feira.

Em azul a massa de ar frio sobre ⅔ do arquipélago, na previsão de segunda-feira à tarde (ANN)

A partir de agora, o ar frio expulsará o quente do arquipélago japonês, e espera-se que Hokkaido experimente neve fora de época no fim de semana. 

Ainda não é possível guardar a jaqueta ou o agasalho porque 9 a 15 graus Celsius pode ser considerado frio.

A partir de 29, quando começa o feriado da Golden Week as temperaturas tendem a subir levemente, mas o tempo estará instável em grande parte do arquipélago, com chuvas ocasionais.

Fontes: ANN e Tenki

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!