‘Velas’ de LED que funcionam a água, duradouras e úteis na emergência

Vale a pena deixar uma dessas ‘velas’ dentro da mochila e também na cabeceira da cama, em caso de emergência.

‘Velas’ de LED, movidas a água, para emergêcia (reprodução)

Em uma situação de emergência que tenha corte de energia elétrica a noite ou de madrugada, como a ocorrência de um terremoto, seguido ou não de tsunami, ou um desastre causado pela chuva, uma das coisas mais importantes é uma luminária ou uma vela

Publicidade

Para resolver esse problema, a empresa japonesa Aqumo desenvolveu a primeira “velaa LED, que não precisa de bateria pois funciona a água

O segredo está na reação química entre o magnésio e o oxigênio no eletrodo positivo de carbono. Por isso, ao mergulhar a “vela” de LED na água, em cerca de 2 segundos, acenderá para iluminar o ambiente com sua luz suave.

Aqumo Candle (reprodução)

Segundo a Aqumo, armazenando-a em um ambiente seco, sua condição não mudará por 10 anos, portanto, pode ser usada a qualquer momento. 

O modo de usar é muito simples: basta colocar um pouco de água em um copo pequeno ou xícara, mergulhar a parte inferior e pronto. Pode ser usada continuamente por até uma semana.

A Aqumo Candle pode ser encontrada nos home centers ou na Amazon, sendo que uma unidade custa ¥940 e o pacote com 6 unidades sai por ¥3.580

Outras “velas” similares

A empresa Aqua Power System Japan tem um produto similar, em formato de luminária, com iluminação de 2000lux ou 10lux por metro, o qual funciona com água e sal, dois produtos que têm em toda casa.

Aqua Power (reprodução)

Pesa apenas 350 gramas e pode ser usada em casa ou no abrigo. Para usá-la basta remover a tampa superior, adicionar água, e usar a colher de medida para o sal a ser acrescentado no mesmo recipiente. Com uma carga desse “combustível”, fica acesa por cerca de 80 horas. Custa ¥2.980 na Amazon.

Outra empresa que desenvolveu uma “vela” a LED é da Earth Giken, considerando uma situação de corte de energia elétrica por 4 dias. Ao analisar as situações logo após o Grande Terremoto ao Leste do Japão, soube que muitas pilhas das lanternas para uso de emergência já não funcionavam e não havia outras para substituí-las.

Para usá-la é bem simples. Basta molhar a parte inferior da “vela” Earth Light em um copo de água, por até 2 segundos e pronto! Acesa, pode ser colocada sobre um pires e ficará acesa por 48 horas. 

Só não é um produto duradouro, pois pode ser aceso várias vezes consecutivas, mas se molhar a base e a lampadinha LED não acender mais é porque chegou ao fim.

Custa ¥800 a unidade na Amazon. Assista ao vídeo abaixo para ver como funciona de forma fácil.

No caso de um forte terremoto a recomendação é ter em mãos o kit de emergência para poder buscar abrigo imediatamente.

 

Fontes: divulgação 

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Casos de sarampo em Kanto: ‘se tiver sintomas evite sair de casa’

Publicado em 17 de maio de 2023, em Sociedade

Foi o que disse o ministro em relação aos casos já confirmados na região Kanto.

Foto ilustrativa de termômetro indicando febre de 38,75ºC (WallpaperFlare)

O sarampo é uma doença infecciosa causada por um vírus, cujos sintomas são febre, tosse, fotofobia, coriza e outros, podendo ter erupções cutâneas. 

Publicidade

A transmissão ocorre por contato, através da tosse, espirro ou durante a conversa, por isso, se ainda não é vacinado, é a melhor forma de evitar o contágio.

Em resposta à confirmação de uma série de infecções por sarampo na região Kanto, o ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, Katsunobu Kato, fez um pedido à população. “Se tiver suspeita por causa dos sintomas, visite um médico”, disse.

“Para quem planeja viajar para o exterior, não tem histórico dessa infecção e não foi vacinado, considere recebê-la”, disse.

Segundo Kato, um homem da província de Ibaraki que voltou da Índia teve a confirmação da infecção em 27 de abril. Duas pessoas – um homem e uma mulher – que estiveram no mesmo shinkansen que esse de Ibaraki também tiveram a confirmação do sarampo.

Como se trata de uma infecção altamente contagiosa, se for confirmado que se trata de sarampo, o ministro pediu para evitar sair de casa.

Fontes: ANN e Yomiuri

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!