Mortes relacionadas ao calor podem mais que quadruplicar até 2050

As descobertas aprofundam preocupações sobre os impactos da saúde representados pelo calor.

Impactos na saúde representados pelo calor (ilustrativa/banco de imagens)

Doenças e mortes relacionadas ao calor estão aumentando com o aquecimento do mundo, disse uma equipe de especialistas da saúde na terça-feira (14), prevendo uma subida de 370% nas mortes anuais por calor até meados do século se o mundo ficar 2ºC mais quente acima dos níveis pré-industriais.

Publicidade

Já a cerca de 1,1ºC de aquecimento, as pessoas vivenciaram em média 86 dias de altas temperaturas que colocam a vida em risco no ano de 2022, descobriu o relatório do jornal médico Lancet.

As descobertas, reunidas por mais de 100 especialistas de 52 instituições de pesquisa diferentes e agências das Nações Unidas, aprofundam preocupações sobre os impactos na saúde representados pelo calor.

O relatório do Lancet, o 8º do tipo para avaliar como a mudança climática está afetando os resultados de saúde globalmente, também descobriu que a exposição ao calor pode ter levado a 490 bilhões de horas em trabalho perdido no ano de 2022, alta de 42% em comparação ao período de 1991 a 2000.

Ondas de calor mais frequentes também poderiam causar insegurança alimentar para um adicional de 525 milhões de pessoas até meados do século.

A conferência anual de mudança climática das Nações Unidas, a COP28, que será realizada em Dubai neste mês, focará em parte nos impactos da saúde pela 1ª vez.

Fonte: Straits Times

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Fim de semana poderá ter clima de tufão

Publicado em 16 de novembro de 2023, em Sociedade

Havia um ciclone que poderia se transformar no 17.º tufão, mas desapareceu. No entanto, um fenômeno parecido com um tufão está previsto para o fim de semana.

Foto ilustrativa de céu escuro e chuva (Needpix)

Existe o risco de que uma tempestade semelhante a de um tufão ocorra em uma ampla área do país durante o fim de semana, com necessidade de ficar atento ao fenômeno.

Publicidade

Segundo a previsão da Agência de Meteorologia do Japão (AMJ), o encontro de uma frente de ar com um sistema de baixa pressão atmosférica se moverá de norte a nordeste através do Mar do Japão até sexta-feira (17), e uma frente fria passará do oeste para o norte do Japão

Por isso, as condições são instáveis, com previsão de chuva muito forte com trovões na sexta-feira, no norte do país. Em Hokkaido está prevista uma precipitação de 100 a 150mm em 24 horas, até a manhã de sábado (18).

O período de atenção para chuvas intensas e ventos fortes vigorará da noite de quinta-feira (16) até a manhã de sexta-feira no oeste do Japão, e durante o dia de sexta-feira no leste e norte do Japão. Há risco de queda de granizo, raios e redemoinhos, podendo prejudicar a agricultura. A população também deverá ficar atenta aos alertas.

Além disso, prevê-se queda de temperatura e ventos fortes em todo o arquipélago. 

Como se trata de previsão meteorológica, as condições poderão mudar, por isso, a recomendação é ficar atento.

Províncias marcadas em rosa são as mais suscetíveis à tempestade como a de um tufão no sábado, com chuva forte, ventos e ondas elevadas (Yahoo!)

Fontes: Yahoo! e JNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - junto a comunidade no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!