Natal no Legoland tem árvore de blocos com 10 metros de altura

O evento de Natal no Legoland é voltado para as famílias, para muita diversão e guloseimas!

Natal no Legoland, com decorações incríveis feitas de blocos (divulgação)

O parque temático Legoland, em Nagoia (Aichi) já está em clima de Bric Xmas, com Papai Noel, duendes, atrações e uma árvore de Natal gigante, talvez a maior do mundo, feita em blocos, com 10 metros de altura.

Publicidade

Houve um intervalo de 3 anos por causa da pandemia do coronavírus, para a participação dos visitantes, mas este ano voltou com força total. As crianças podem se divertir ao fazer o passeio com Papai Noel, ao som de músicas natalinas do mundo

Além disso, podem tirar fotos com o charmoso velhinho do Natal, no trenó puxado pelas renas.

Depois de gastar as energias com os passeios, o restaurante e food trucks estão oferecendo menus especiais e temáticos de 8 países do mundo, como Dinamarca, Alemanha, Reino Unido, EUA, Dubai, Malásia, Coreia do Sul e Japão. 

Menu de 8 países nos foodtrucks (divulgação)

As crianças e seus pais podem desfrutar de experiências gastronômicas desses países, incluindo os doces essenciais para o Natal e pratos quentes perfeitos para o inverno. Além disso, a cada compra está sendo oferecido de presente um bloco exclusivo e limitado. 

O parque está todo iluminado, incluindo a Torre de Observação, que tem 60 metros de altura, um brinquedo que comporta 49 pessoas por vez. É a primeira vez em 6 anos de Legoland que essa torre recebe uma iluminação natalina.

O período de festa natalina no Legoland segue de quinta-feira (23) até 25 de dezembro

Divirta-se!

Papai Noel e um dos duendes (divulgação)

Fontes: divulgação, FNN e Nagoya Info

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

OMS pede mais informações à China sobre aumento de doenças respiratórias

Publicado em 23 de novembro de 2023, em Sociedade

A OMS aconselhou que pessoas na China tomem medidas para reduzir o risco de doença respiratória.

Mãe borrifando álcool para higienizar mãos de crianças (ilustrativa/banco de imagens)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) solicitou oficialmente na quarta-feira (22) que a China forneça informação detalhadas sobre um aumento de doenças respiratórias e clusters reportados de pneumonia em crianças.

Publicidade

Autoridades chinesas da Comissão Nacional de Saúde realizaram uma coletiva de imprensa em 13 de novembro para reportar um aumento na incidência de doenças respiratórias no país, disse a OMS em uma declaração.

A agência de saúde global disse que autoridades chinesas atribuíram o aumento à suspensão das restrições relacionadas à covid-19 e à circulação de patógenos conhecidos como influenza, pneumonia por micloplasma (infecção bacteriana comum que tipicamente afeta crianças pequenas), vírus sincicial respiratório, assim como vírus que causam a covid-19.

Autoridades chinesas enfatizaram a necessidade de vigilância melhorada de doenças em instalações de cuidados da saúde e cenários de comunidade, assim como fortalecimento da capacidade dos sistemas de saúde conseguirem lidar com pacientes.

Tanto a China como a OMS enfrentam questões sobre a transparência de reportar sobre os casos iniciais de Covid que surgiram na cidade de Wuhan no fim de 2019 e início de 2020.

Na quarta-feira, a OMS disse que grupos incluindo o Programa para Monitoramento de Doenças Emergentes reportou cluster de pneumonia não diagnosticada em crianças no norte da China.

A OMS disse que é incerto se esses estão associados com o aumento geral em infecções respiratórias anteriormente relatadas pelas autoridades chinesas ou se tratam de eventos separados.

Desde meados de outubro, a OMS disse que o norte da China reportou um aumento em doença similar à influenza comparado ao mesmo período nos 3 anos anteriores.

A OMS disse que enquanto avalia informação adicional, ela recomenda que as pessoas na China sigam medidas para reduzir o risco de doenças respiratória incluindo vacinação, manter distanciamento das pessoas que estão doentes, ficar em casa quando estão enfermas, realizar testes quando necessário, usar máscara, garantir boa ventilação e lavar as mãos com frequência.

Fonte: Channel News Asia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Estude NIHONGO com o Kumon!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!