Sony anuncia que teve lucro recorde no último ano

Sony lucrou ¥1,6 trilhão durante a pandemia e espera ganhar mais ¥285 bilhões até o fim do ano fiscal.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem Ilustrativa

Na quarta-feira (3), a Sony anunciou que calcula lucro de ¥1,85 trilhão até o fim do ano fiscal, em março deste ano, o que representaria um aumento de 86% em relação ao ano anterior. O lucro da empresa entre abril e dezembro de 2020 atingiu o recorde ¥1,647 trilhão, e a empresa calcula que o ritmo das vendas não cairá nos próximos meses.

Publicidade

O aumento da demanda por jogos durante a pandemia e a bilheteria do filme da série “Kimetsu no Yaiba” (Demon Slayer, em inglês) impulsionaram as vendas da gigante da tecnologia de uma forma que nem os especialistas imaginavam.

A Sony entra na seleta categoria de empresas que tiveram um lucro acima de ¥1 trilhão durante a pandemia. Apenas o grupo Softbank, a Toyota e outras 2 empresas conseguiram atingir esse marco.

Até o momento, as vendas brutas da empresa totalizam ¥8,8 trilhões, que é 6,5% do que a expectativa dos executivos. “Com o aumento da arrecadação com serviços online, a estrutura da indústria de jogos mudou muito”, explica o vice-presidente Totoki Hiroki. “A autonomia de todos nossos serviços aumentou”, completa.

Todos os 6 segmentos em que a Sony opera tiveram um lucro acima do esperado.

Fonte: Nikkei

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

‘Quando tem muita mulher, a reunião demora’, diz diretor do comitê olímpico

Publicado em 4 de fevereiro de 2021, em Política

Comentário do diretor do Comitê Olímpico faz comentário de cunho sexista e recebe diversas críticas de jornais e da população.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Diretor Mori durante coletiva em 12 de janeiro (Imagem: Nikkan Sports)

Na noite de quarta-feira (3), o Comitê Olímpico Japonês (JOC) realizou uma reunião online de conselho extraordinária onde 51 membros participaram. A reunião teve como tema principal a revisão das normas para a reeleição de executivos, mas também abordou a meta de aumentar para 40% a participação de mulheres na diretoria.

Publicidade

Durante a reunião, que foi aberta para a imprensa, Yoshiro Mori, diretor do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, disse: “Quando tem muita mulher, as reuniões do conselho ficam longas”.

“É difícil de falar abertamente quando tem a TV aqui”, foram as primeiras palavras de Mori antes de fazer comentários classificados como sexistas. “As mulheres são muito competitivas. Se uma levantar a mão, a outra pensa que tem que falar alguma coisa. E todo mundo acaba falando”, comentou. “Se aumentarmos as mulheres na diretoria, temos que colocar limites no tempo para comentários senão a reunião ficará extensa, foi o que escutei de uma pessoa. Mas não vou dizer quem foi”, completou.

Os comentário de Mori geraram uma grande repercussão na Internet e foi noticiada também em mídias internacionais. A atitude dos outros participantes, que estavam rindo durante os comentários de Mori, também foi criticada.

A política Ren Ho, do Partido Democrático Constitucional do Japão, desaprovou a atitude de Mori e a do comitê. “É com essa mentalidade que as Olímpiadas serão realizadas”, comenta Ren Ho. “Isso é uma vergonha ao lema das Olimpíadas”, completa.

Os jornais americanos Washington Post e New York Times noticiaram o caso. “O Comitê Olímpico de Tóquio já tinha a desaprovação da maioria da população e problemas com superfaturamento das obras. Com o comentário de uma das pessoas no topo, isso gerará uma nova onda de indignação”, escreveu o Washington Post.

O New York Times noticiou que “esta é mais um dos inúmeros escândalos do ex-primeiro-ministro”, e também criticou a atitude dos outros membros que “apenas riam”.

Nas redes sociais, muitas pessoas pedem a renúncia de Mori. Em entrevista para o Mainichi Shimbum nesta quinta-feira (4), o diretor comenta sobre a possibilidade da renúncia. “Tenho que arcar com as consequências. Se muitas pessoas pedirem minha renúncia, terei que deixar o cargo”, disse.

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades