Crise da meia idade! O que fazer?

Já passei dos 40 anos, será que estou em crise da meia idade?

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa (PM)

O envelhecimento nem sempre é tratado e recebido com naturalidade por todas as pessoas. Vivemos em uma sociedade que enaltece a juventude, fator esse que para alguns pode ser um implicador na aceitação do envelhecer.

Publicidade

Em alguns períodos das nossas vidas sentimos a necessidade de olharmos para dentro de nós com a finalidade de uma alta análise e consequentemente para o autoconhecimento. Um desses períodos se dá mais ou menos entre os 40 e 55 anos, no qual além dessa necessidade do olhar para si, ocorrem modificações corporais próprias e fantasiadas, denominada por Elliot Jacques de “crise da meia idade”.

A crise da meia idade, pode acontecer para ambos os sexos, tendo duração de alguns meses para uns e muitos anos para outros.

É um período de questionamento pessoal, momento em que damos conta das nossas próprias fragilidades e a primeira coisa que geralmente acontece é que nos tornamos conscientes da possibilidade da morte. A sensação é de que iniciou uma contagem regressiva, o que nos faz analisar muitas questões importantes. Em casos mais extremos pode levar o sujeito a depressão ou a ansiedade.

A crise da meia idade não acontece de uma hora para outra, ela vai se instalando aos poucos. O que acontece é que muitas pessoas não a percebem por não terem um diálogo com si próprio e os sinais vão passando despercebidos, até que algo aconteça e dispare o gatilho. Cabe aqui esclarecermos que a crise da meia idade não é uma regra, cada pessoa tem suas particularidades e passam pelas fases do desenvolvimento de maneira muito singular. Geralmente a crise está associada a insatisfações, metas e projetos não atingidos, sonhos não realizados, relacionamentos frustrados, não realização profissional, financeiro insatisfatório, menopausa, saída dos filhos adultos de casa ou morte dos pais.

O que tenho feito da minha vida? Como vai ser agora?

É preciso que se elabore o luto pela juventude perdida, pelas metas e projetos que não puderam ser realizados, aceitar a finitude como um caminho de nós todos e usar da sabedoria alcançada com a maturidade para se lançar em novas maneiras de enfrentar a vida, realizar novos projetos e vivenciar muitos outros sonhos.

Dicas para enfrentar melhor a crise da meia idade:

Tenha sempre um olhar positivo: a idade trás sabedoria, experiência e conhecimento, use isso a seu favor.

Aproveite a vida: não se prenda ao que já passou, o melhor tempo para se viver é o aqui e agora.

Pense sempre: a todo o tempo é tempo para o novo, novos projetos, novos sonhos e novos objetivos.

Aceitação: as mudanças físicas são inevitáveis, mas toda a idade tem a sua beleza. A beleza abrange o conjunto da obra.

Faça por você: dedique tempo para o seu autoconhecimento, faça terapia. Realize atividade física, faça coisas prazerosas e se ame antes de tudo.

Boas reflexões!
Eliana Nonaka

Se deseja conversar, desabafar ou busca orientações, entre em contato com a autora e solicite atendimento online. É mais prático e eficaz do que se imagina. Link no card abaixo.

Os textos publicados nesta página não refletem necessariamente a opinião do Portal Mie, são de criação e responsabilidade do autor Eliana A. C. I. Nonaka

Eliana A. C. I. Nonaka (CRP 06/170575) – Psicóloga formada pela Faculdade FMU Faculdades Metropolitanas Unidas.
Morou no Japão por 14 anos, hoje é atuante no Brasil, inclusive atendendo brasileiros de diversos países de forma online. Informações pelo WhatsApp: +55-11-96437-6590 (clique para abrir o Whatsapp), Facebook Messenger: https://www.facebook.com/eliana.correia.104 ou pelo Instagram: @seusaudavel_psico

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Aumento de preços de alimentos e bebidas no Japão deve atingir o pico em outubro

Publicado em 1 de outubro de 2022, em Sociedade

As companhias planejam aumentar os preços de mais de 6,5 mil itens em outubro, cerca do triplo do número em setembro.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Alimentos e bebidas muito mais caros em outubro (ilustrativa/banco de imagens)

Uma empresa de pesquisa diz que aumentos de preços de alimentos e bebidas no Japão devem atingir o pico em outubro.

Publicidade

Fabricantes estão enfrentando altos custos de materiais devido à inflação e um iene fraco.

A Teikoku Databank entrevistou 105 principais fabricantes nacionais. Os resultados foram compilados até o fim de agosto.

As companhias planejam aumentar os preços de mais de 6,5 mil itens em outubro, cerca do triplo do número em setembro.

A empresa de pesquisa diz que os aumentos devem colocar um peso financeiro adicional de ¥5.730 por mês em média para um lar com duas pessoas ou mais. Esse cálculo é baseado nos resultados de uma pesquisa realizada pelo Ministério de Assuntos Internos.

A Teikoku Databank diz que os aumentos de preços podem diminuir em algum momento do mês de novembro, mas itens alimentícios adicionais, incluindo produtos lácteos, também podem ficar mais caros no futuro próximo.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância