O pequeno príncipe: vamos ler? Resumo do livro!

Descubra o mundo mágico do Pequeno Príncipe e mergulhe em sua jornada pelo universo, onde encontrará verdades profundas sobre amor, amizade e a busca pelo sentido da vida.

Ilustração do O Pequeno Príncipe (Wikimedia) e capa do livro.

O Pequeno Príncipe é um conto poético escrito por Antoine de Saint-Exupéry e publicado em 1943.  A história acompanha a jornada de um piloto que cai no deserto do Saara e conhece um pequeno príncipe que veio de outro planeta. O livro é uma reflexão sobre a natureza humana, a amizade e o amor, e é considerado uma obra clássica da literatura infantil.

Publicidade

Resumo do livro O Pequeno Príncipe

O protagonista é um pequeno príncipe que se aventurou por diferentes planetas. O Príncipe visitou seis planetas diferentes antes de encontrar o aviador.

Em cada um dos planetas, o príncipe encontrou diferentes personagens e aprendeu lições significativas. O Príncipe encontrou um rei vaidoso, um homem doente por viver na companhia de números, um vendedor de medicamentos que prometia curas imediatas, um alcoólatra que ainda assim tinha um jardim lindo, um geólogo e um lampião.

O Pequeno Príncipe conta várias histórias sobre suas aventuras, as quais ele se depara com outros seres como a raposa, a flor, o avestruz, e o comerciante.

Cada personagem possui uma lição para ensinar ao pequeno príncipe sobre a vida. Ele acreditava que a vaidade é um vício que destrói relacionamentos e saberes, e que a conquista de conhecimento é mais importante do que qualquer outra coisa. O pequeno príncipe questiona cada um deles e aprende com suas histórias, descobrindo a importância de cuidar das coisas que são importantes, como a amizade e o amor.

O aviador, por exemplo, explica ao pequeno príncipe que é preciso aprender a ver com o coração, pois somente assim será possível compreender o valor real das coisas. O velho rei, por outro lado, adverte ao pequeno príncipe sobre o perigo de querer mudar o mundo para atender às suas vontades.

A raposa é o personagem que ensina ao pequeno príncipe o verdadeiro significado da amizade, que é dar ao outro as próprias raízes. A flor, por sua vez, é o símbolo da responsabilidade, pois o pequeno príncipe aprende a cuidar dela com amor e carinho.

Ao longo da história, o pequeno príncipe também fala sobre a vida adulta e como as pessoas às vezes se esquecem de apreciar as pequenas coisas da vida por causa de suas preocupações. Ele acredita que é preciso manter a capacidade de admirar e se encantar com as coisas simples da vida, independentemente da idade.

Ele também mostra que a vida é mais do que as coisas materiais e que não é preciso ser criança para ver a beleza e a maravilha do mundo.

No final da história, o pequeno príncipe volta para a sua casa, deixando para trás as lições aprendidas nos diferentes planetas. O livro ensina que, apesar de tudo, a bondade, o amor e a responsabilidade devem prevalecer em nossas vidas.

O livro é ilustrado por desenhos simples e bonitos, e a escrita é poética e envolvente. “O Pequeno Príncipe” é uma história que encanta e inspira pessoas de todas as idades, e apresenta uma visão diferente da vida e do universo. É uma reflexão sobre a busca pelo amor, a amizade e o sentido da vida, que fala sobre a importância de valorizar as coisas que não podem ser vistas com os olhos.

Se gostou deste resumo e deseja adquirir o livro, o mesmo está disponível na Amazon Japan nas versões impressa e digital, inclusive para Kindle. Toque aqui para conferir.

Os textos publicados nesta página não refletem necessariamente a opinião do Portal Mie, são de criação e responsabilidade do autor Leitura Recomendada

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Os perigos da streptococcus: doenças infecciosas causadas por esta bactéria

Publicado em 10 de fevereiro de 2023, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Streptococos: entenda as causas e consequências de uma infecção por estas bactérias.

Médico tratando inflamação na garganta e ilustração da bactéria streptococos (ilustrativa / Flickr)

Streptococcus ou strepctococos é uma das famílias bacterianas mais comuns na população humana. Embora algumas espécies sejam benéficas para o corpo, essa bactéria pode causar doenças graves quando adquire a capacidade de infectar a pele e os tecidos internos.

Publicidade

Doenças causadas pela streptococcus

Streptococcus é responsável por uma ampla gama de doenças infecciosas e inflamatórias, que variam de leve a extremamente grave.

A faringite estreptocócica é uma das principais doenças causadas pela streptococcus, que afeta a parte de trás da garganta.

Os principais sintomas incluem febre alta, dor de garganta, inchaço de gânglios linfáticos e dor ao engolir. Também pode causar a “língua de morango”, um inchaço ao ponto de se parecer com essa fruta, além de vômitos. Em casos graves, surgem erupções na pele.

Se não tratada adequadamente, esta doença pode desenvolver complicações graves, como o reumatismo.

A sinusite estreptocócica é outra complicação comum, que é caracterizada por sintomas como congestão nasal, dor na parte superior do rosto, dor de cabeça, tosse persistente e muco purulento. Esta condição também é contagiosa e pode ser transmitida por contato direto com gotículas de secreções respiratórias.

Outras doenças bacterianas, como endocardite, sepse, artrite, pneumonia e meningite, também podem ser causadas pela bactéria streptococcus.

Esta bactéria também é responsável por doenças de pele, como erisipela, impetigo e celulite. Além disso, streptococcus também pode causar conjuntivite, sinusite, otite e septicemia.

Algumas espécies de streptococcus são comumente encontradas em alimentos, como queijos e iogurtes, e podem ser responsáveis por casos de intoxicação alimentar.

Transmissão

A bactéria streptococcus é transmitida através da tosse, espirro ou contato direto com secreções corporais infectadas. Pessoas com laringite, faringite ou bronquite também podem espalhar a bactéria para outras pessoas.

Prevenção: higiene

Em geral, a prevenção das infecções causadas por streptococcus inclui práticas de higiene básica, como lavar as mãos com frequência, evitar compartilhar objetos pessoais e cobrir a boca ao tossir ou espirrar.

O tratamento dessas infecções geralmente envolve o uso de antibióticos.

Tratamento e nome em japonês

Como os sintomas podem confundir o paciente pensando que é uma gripe, apenas uma laringite ou intoxicação alimentar, o ideal é visitar o médico o mais rápido possível para obter o diagnóstico.

Se for confirmada a doença, o médico poderá dizer que se trata de yorenkin kansensho (溶連菌感染症), ou seja, uma infecção causada pela bactéria streptococcus.

O tratamento para infecções causadas pela streptococcus depende da área afetada e da gravidade da infecção. Em geral, um curso de antibióticos é prescrito para tratar a infecção. Além disso, é importante descansar e beber muita água para acelerar o processo de recuperação.

Se necessário, o médico também pode prescrever medicamentos para reduzir os sintomas associados, como dor de garganta e febre.

Fique alerta

Em resumo, a bactéria streptococcus é um gênero que pode ser benéfico ou prejudicial para o corpo humano, dependendo da espécie. A prevenção e tratamento adequados são importantes para evitar o desenvolvimento de doenças graves relacionadas a essa bactéria.

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!