Produção nas fábricas no Japão está aumentando

Ótima notícia para o trabalhador: a produção nas indústrias está aumentando. Veja mais.

Exportações e investimentos ligados às Olimpíadas de Tóquio contribuem para o aumento da produção em fábricas no Japão (imagem ilustrativa)

A produção em fábricas no Japão teve um aumento de 4% em abril em comparação ao mês anterior, mostraram dados oficiais na quarta-feira (31), indicando que a terceira maior economia do mundo está finalmente observando uma expansão moderada.

Publicidade

No entanto, o número teve uma ligeira queda das expectativas de mercado de um aumento de 4.2% e veio um dia após dados terem mostrado que a demanda do consumidor continua lenta, apesar dos esforços do governo em estimular o consumo.

A leitura positiva ocorre após uma queda de 1.9% da produção em fábricas no mês de março, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Economia, Comércio e Indústria.

O ministério também revisou para cima sua perspectiva para a produção em fábricas no mês de maio, e o Japão espera que a produção industrial aumente 1.8% em junho.

Os números mostram que a produção seria forte no trimestre abril-junho, sustentando a perspectiva de que a economia do Japão está no caminho da recuperação”, disse Yoshiki Shinke, economista-chefe na Dai-ichi Life Research Institute, à AFP.

A perspectiva do Japão vem melhorando com o apoio de fortes exportações, com investimentos ligados à Olimpíadas de Tóquio em 2020 dando um impulso no processo.

Fonte: Japan Today
Imagem: Bank Image

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

ONU condena falta de liberdade de imprensa no Japão

Publicado em 1 de junho de 2017, em Sociedade

Segundo a ONU, as mídias no Japão sofrem interferência do governo. Saiba mais.

Imagem ilustrativa

David Kaye, professor da Universidade da Califórnia e nomeado recentemente como relator especial da ONU da Proteção e Promoção dos Direitos de Liberdade de Opinião e Expressão, publicou um relatório com resultados de pesquisas sobre a liberdade de expressão no Japão.

Publicidade

Dentro do relatório, Kaye explica que “a mídia japonesa sofre influência direta e indireta das autoridades do governo.” Kaye enfatiza a intensificação da democracia no Japão e tenta explicar o fato em 6 categorias.

Kaye diz que “para preservar a liberdade da mídia, é preciso alterar as leis para impedir que o governo consiga interferir.” Além disso, Kaye pede pela revisão das leis de radiodifusão e pela inserção de alguns conteúdos no livros didáticos. “O governo deveria parar de interferir no conteúdo de livros didáticos para ter a possibilidade de interpretações livres da história do Japão, como no caso das mulheres de conforto“, disse Kaye.

Em relação à Lei de Proteção de Segredos Específicos, Kaye disse que “enquanto não houver danos na segurança, deve-se incorporar uma nova regulação para a pessoa que espalhar um segredo de interesse público não ser punida.”

Em relação às afirmações de Kaye, o governo japonês disse que “o relatório alerta sobre informações imprecisas e identifica fatos errados.” O governo enviou para o Conselho de Direitos Humanos um documento que pede a revisão dos dados abordados no relatório.

O conteúdo deste relatório será discutido na reunião do Conselho de Direitos Humanos na Genebra (Suíça) no dia 12 do mês que vem.

Fonte: NHK News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros