Possibilidade de 200 pessoas mortas após o sexto teste nuclear norte-coreano

A causa da morte dos 200 trabalhadores norte-coreanos que estavam no túnel, o qual desabou, teria sido o sexto teste nuclear.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Líder norte-coreano e sua equipe conduziram o sexto teste nuclear, o que pode ter tirado a vida de mais de 200 trabalhadores (KCNA)

Depois do sexto teste nuclear realizado na Coreia do Norte, no mês passado, descobriu-se que há possibilidade de ter ocorrido um grande colapso no túnel subterrâneo. Nesse local do experimento, mais de 200 pessoas podem ter morrido.

Publicidade

De acordo com fontes norte-coreanas, em 10 do mês passado, ocorreu um colapso nas obras de construção do túnel subterrâneo, no nordeste do país. O colapso foi no local do teste nuclear, em Punggye-ri.

Nessa ocasião 100 trabalhadores foram envolvidos no desastre. Durante as atividades de resgate ocorreu um outro colapso. Há possibilidade de que mais de 200 trabalhadores tenham morrido.

O motivo dos colapsos é tido como o sexto teste nuclear realizado em 3 do mês passado. Acredita-se que com a força da explosão, o solo tenha se desestabilizado.

“Parece haver uma cavidade de 60 a 100 metros sob a montanha onde foi feito o teste nuclear”, explicou a Agência Meteorológica da Coreia do Sul. Além das centenas de trabalhadores mortos, existe a possibilidade de que substâncias radioativas possam vazar, no futuro, se for realizado teste nuclear, apontou.

A mídia de Hong Kong publicou uma matéria, em 28 deste mês, sobre o teste nuclear no mesmo local. Um pesquisador chinês teria dito aos geólogos norte-coreanos que se os testes continuarem, o Monte Mantap entraria em colapso. Advertiu sobre o vazamento das substâncias radioativas, inclusive para além da fronteira. Saiba mais sobre esse assunto (toque aqui).   

Fonte e foto: ANN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Suposto membro do Estado Islâmico é preso no portão da base americana

Publicado em 31 de outubro de 2017, em Sociedade

Policiais levaram o homem suspeito de membro terrorista que estava em frente ao portão da base americana de Kadena, em Okinawa.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Homem vestido de preto, com bandeira do Estado Islâmico, foi levado pelos policiais de Okinawa (Wikimedia)

Na segunda-feira (30), policiais da província de Okinawa foram até o portão número 1 da base aérea militar norte-americana, de Kadena.

Publicidade

O objetivo foi para prender um homem vestido de preto, como membro do Estado Islâmico, portando inclusive a bandeira.

Ao fazerem a prisão descobriram que era um cidadão japonês.

Ele foi reconhecido como um dos ativistas contra a retirada da base americana. Ou seja, ele era um dos que protestava contra a atitude dos cidadãos que desejam a retirada da base americana de Okinawa.

Tanto que nesse dia da prisão, na bandeira havia uma frase de boas vindas ao presidente Trump, visita prevista entre 5 a 7 de novembro.

Assim mesmo o homem foi levado para a delegacia.

Lá tomou um grande sermão dos policiais, depois de ter contado que seu ato não passava de uma brincadeira de Halloween.

Fonte: Sankei News
Foto: Wikimedia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância