Trabalhador perde braço em indústria de carne em Gunma

Dono da indústria de processamento de carnes foi indiciado por causa do acidente que provocou a perda do braço do trabalhador.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Trabalhador da indústria de processamento de carnes perdeu o braço no acidente de trabalho (imagem ilustrativa)

A Delegacia de Inspeção de Normas Trabalhistas de Maebashi (Gunma) encaminhou o dono de uma indústria de processamento de carnes para a promotoria, na terça-feira (20).

Publicidade

O dono da empresa de processamento de carnes, Naganuma Shoten, 60 anos, de Isezaki (Gunma) é suspeito de violação da Lei de Segurança e Saúde no Trabalho.

Segundo informações, em 20 de outubro do ano passado, um trabalhador do sexo masculino, na faixa dos 20 anos, operava a máquina de moer carne. Há suspeita de que não havia medidas necessárias para a preservação da segurança, por isso o trabalhador sofreu o acidente. 

Embora houvesse perigo em tocar na parte em movimento, onde se coloca a carne, normalmente se operava sem uma tampa ou dispositivo na boca onde se introduz a carne a ser moída. Assim, o trabalhador acabou envolvendo seu braço direito no equipamento de moer carne, sofrendo amputação.

Fonte: Sankei News

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mulher é presa por manter mais de 20 gatos em ambiente sem higiene

Publicado em 21 de fevereiro de 2018, em Sociedade

Vinte e três gatos eram mantidos em condições sem higiene no apartamento localizado em Kawasaki (Kanagawa).

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A casa toda estava cheia de fezes, disse o funcionário de uma empresa de limpeza (FNN/reprodução)

Uma mulher de 62 anos foi presa pela suspeita de abuso contra animais após manter 23 gatos em condições sem higiene no seu apartamento na cidade de Kawasaki (Kanagawa).

Publicidade

De acordo com a polícia, uma queixa foi apresentada por um vizinho contra Taeko Horiguchi em dezembro por causa das falta de higiene na residência localizada no bairro de Asao, divulgou a Fuji TV. Autoridades da saúde encontraram os animais sujos e um morto dentro de uma gaiola.

“Alguns gatos estavam magros, enquanto outros estavam com diarreia. Os pelos tinham cheiro de urina e fezes”, disse o funcionário de um abrigo para animais.

“A casa toda estava cheia de fezes. Havia muitas moscas e insetos e o odor era simplesmente horrível”, disse o funcionário de uma empresa de limpeza. Outros vizinhos se queixaram sobre o mau cheiro que vinha da casa de Horiguchi.

Em 9 de janeiro, Horiguchi foi presa após invadir o abrigo, quebrando uma janela para recuperar os felinos.

A polícia disse que Horiguchi nega veementemente as alegações de abuso contra animais.

Fonte: Japan Today
Imagem: FNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância