Trump sugere armar professores para aumentar a segurança nas escolas

Trump ofereceu algumas soluções, pedindo por mais instituições de cuidados mentais e hospitais, além da ideia de armar os professores.

Há 1 semana, 17 pessoas foram mortas durante um tiroteio na Marjory Stoneman Douglas High School em Parkland, na Flórida (CNN)

O presidente Donald Trump, após ouvir na Casa Branca na quarta-feira (20) uma série de histórias comoventes e apelos para melhorar a segurança nas escolas, lançou a ideia de armar professores e outros funcionários.

Publicidade

O encontro ocorre uma semana após 17 pessoas terem sido mortas durante um tiroteio na Marjory Stoneman Douglas High School em Parkland, na Flórida, um massacre que levou estudantes, pais e professores da escola a pedirem ações por parte de Trump.

“Se você tivesse um professor com habilidade no manuseio de uma arma de fogo, ele poderia acabar com o ataque de forma muito rápida”, disse Trump, indicando que as escolas poderiam armar até 20% de seus professores para impedir atos de “maníacos” que podem tentar atacá-los.

“Isso seria, obviamente, somente para pessoas que tivessem muita habilidade com o manuseio de uma arma, porte oculto. Elas passariam por um treinamento especial e estariam lá e não haveria mais uma zona sem arma”, disse Trump. “Uma zona sem arma para um maníaco – porque todos eles são covardes – é vamos entrar e atacar porque as balas não vão voltar pra nós”.

O comentário ocorreu durante um encontro marcado por depoimentos comoventes de estudantes e pais afetados pelo tiroteio na escola. Trump ofereceu algumas soluções, pedindo por mais instituições de cuidados mentais e hospitais, além da ideia de armar os professores.

Fonte e imagem: CNN

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Trabalhador morre prensado em Gunma

Publicado em 22 de fevereiro de 2018, em Sociedade

Um trabalhador sofreu um acidente de trabalho e perdeu a vida prensado. A polícia está investigando se o equipamento estava com algum defeito.

Acidente de trabalho dentro da indústria tirou a vida do funcionário (foto ilustrativa)

Um trabalhador perdeu a vida durante o expediente, em decorrência de um grave acidente.

Publicidade

Por volta das 14h de terça-feira (20), um colega de trabalho de 26 anos telefonou para o 119 pedindo socorro. O acidente ocorreu na indústria de concreto Bando, em Agatsuma-gun Higashi Agatsuma-machi, Koizumi (Gunma).

O funcionário Fumio Miyazaki, 58 anos, foi levado imediatamente para o hospital, mas não resistiu.

Segundo a polícia de Agatsuma, ele ficou prensado entre o equipamento e um pilar, dentro das instalações da indústria. Ele estaria fazendo limpeza no equipamento para remover a placa de metal do concreto. Por algum motivo a máquina entrou em funcionamento e ele ficou prensado.

Os policiais investigam se a máquina apresentava algum defeito para ter entrado em funcionamento inesperadamente.

Fonte: Sankei Shimbun
Foto ilustrativa

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
Life Card - cartão exclusivo para brasileiros