Companhia aérea japonesa está servindo comida espacial em voos

Comida espacial está sendo servida em voos do Japão com destino a Houston, nos EUA.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O serviço faz parte do projeto da unidade da ANA Holdings de explorar a possibilidade de futura viagem espacial (imagem ilustrativa)

A ANA- All Nippon Airways e a JAXA- Agência de Exploração Aeropespacial do Japão começaram em parceria na quarta-feira (12) a oferecer refeições espaciais durante voos entre o Aeroporto Internacional de Narita e Houston, nos EUA.

Publicidade

O serviço, que continuará até 20 de setembro, faz parte do projeto da unidade da ANA Holdings de explorar a possibilidade de futura viagem espacial.

As refeições espaciais são produtos certificados pela JAXA e realmente consumidos na EEI- Estação Espacial Internacional, incluindo carê de carne bovina, chá verde, yokan (sobremesa gelatinosa feita de feijão azuki) e até goma de mascar.

Comida espacial oferecida em voos da ANA (Jiji via Yomiuri)

Em um esforço para estimular o “espírito” de viagem especial, um certificado de embarque comemorativo e um adesivo serão oferecidos, assim como um conteúdo de vídeo especial que será transmitido durante os voos.

“Ficarei feliz se o projeto ajudar a fazer os passageiros se sentirem mais perto do espaço”, disse na quarta-feira Takuya Onishi, ex-piloto da ANA e atual astronauta da JAXA em um evento realizado no aeroporto que fica na província de Chiba.

Fonte: Yomiuri
Imagem: Yomiuri,

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Um em cada 18 bebês no Japão nasceu por meio de fertilização in vitro

Publicado em 14 de setembro de 2018, em Sociedade

Um recorde de 447.790 fertilizações in vitro foram conduzidas em 2016 no Japão, resultando em 54.110 nascimentos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Programas de subsídio para o tratamento se tornaram mais conhecidos no país, visto que as pessoas estão optando casar mais tarde (imagem ilustrativa)

Um em cada 18 bebês nasceu através de tratamento de  fertilização in vitro (FIV) no Japão em 2016, mostrou uma pesquisa em 12 de setembro.

Publicidade

Ao analisar a tendência crescente de nascimentos por meio de FIV, especialistas dizem que programas de subsídio para o tratamento se tornaram mais conhecidos no país, visto que as pessoas estão optando casar mais tarde.

A pesquisa realizada pela Sociedade do Japão de Obstetrícia e Ginecologia descobriu que um recorde de 447.790 fertilizações in vitro foram conduzidas no ano reportado, resultando em 54.110 nascimentos, também um recorde e alta de 3.109 ante o ano anterior.

Subsídios para casais darem início ao tratamento

Desde 1983, quando o primeiro bebê nasceu por meio de FIV, o número total de crianças que veio ao mundo através do tratamento no país chegou a cerca de 530.000. A proporção de bebês FIV para todos os recém-nascidos, que situou-se a 1 em 97 no ano 2000, vem aumentando rapidamente nos últimos 10 anos.

O estado fornece subsídios para casais darem início ao tratamento de FIV, enquanto governos locais, incluindo o metropolitano de Tóquio, também realizam programas similares.

O auxílio financeiro do governo central pode ser recebido por mulheres com idade abaixo de 43 anos. O limite de idade é estabelecido porque o tratamento pode ter mais êxito para mulheres mais jovens.

Valores

Os subsídos estão disponíveis apenas para casais cuja renda total seja inferior a 7,3 milhões de ienes ($65.000).

Os tratamentos de FIV custam em torno de 300.000 a 500.000 ienes a cada vez.

“Com os programas de subsídio, o tratamento de FIV se tornou disponível mesmo para casais jovens que não tinham condições de realizá-los por causa das condições financeiras”, disse Osamu Ishihara, professor na Universidade Médica de Saitama que estava envolvido na realização da pesquisa.

A pesquisa também mostrou que 44.678 bebês nasceram através de FIV usando embriões ou óvulos congelados, contando por cerca de 80% de todos os nascimentos por meio de FIV em 2016.

O método ajuda as mulheres que, por exemplo, querem um bebê após tratamento de doenças como câncer.

Fonte: Mainichi
Imagem: Banco de imagens

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância