Sobe o número de mortos no forte terremoto de Hokkaido

O número de mortos em decorrência do forte terremoto e deslizamentos na semana passada aumentou para 40.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O corpo de um homem de 77 anos foi encontrado na manhã desta segunda-feira (10). Ele estava desaparecido em Atsuma (NHK)

A polícia e oficiais do governo em Hokkaido informaram que o número de mortos em decorrência do forte terremoto e deslizamentos na semana passada aumentou para 40, divulgou a NHK.

Publicidade

De acordo com a polícia, o corpo de um homem de 77 anos foi encontrado na manhã desta segunda-feira (10). Ele estava desaparecido na cidade de Atsuma.

Centenas de pessoas ficaram feridas no terremoto de magnitude 6,7 que sacudiu Hokkaido na madrugada de 6 de setembro.

A maioria das fatalidades ocorreu em Atsuma, onde massivos deslizamentos causaram a morte de 36 pessoas. Os deslizamentos destruíram casas e deixaram ruas e arrozais cobertos com uma grossa camada de lama.

Autoridades em Hokkaido disseram que a desde a noite de domingo, havia 2.600 pessoas em abrigos de evacuação.

O número de construções destruídas é de pelo menos 70.

O transporte público está sendo restaurado gradualmente. Alguns trens semiexpressos começaram a operar na manhã de domingo (9).

A distribuição de produtos poderá melhorar, visto que serviços de trem de carga foram retomados no domingo.

Contudo, residentes terão que enfrentar com um fornecimento instável de energia. A Hokkaido Electric Power Company foi forçada a suspender as operações em sua maior usina de energia termal na província após o terremoto, e disse que o reinício do funcionamento poderá levar mais de uma semana.

A Agência para Recursos Naturais e Energia pede às residências e empresas que conservem energia ao desligar as luzes e tirar da tomada eletrodomésticos quando não estão em uso.

Fonte e imagem: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Caravelas-portuguesas na praia em Shizuoka

Publicado em 10 de setembro de 2018, em Sociedade

A administração da cidade enviou mensagem aos moradores para não se aproximarem das inúmeras caravelas-portuguesas na praia em Kosai.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A caravela-portuguesa é perigosa pois a picada pode causar choque anafilático (Wikipedia)

No sábado (8) foram encontradas diversas caravelas-portuguesas nas areias da costa de Shiratsuka, em Kosai (Shizuoka). Chamadas de カツオノエボシ, lê-se katsuoenoboshi, em japonês, são altamente tóxicas.

Publicidade

Nesse dia a equipe de prevenção anunciou com alto-falante para as pessoas não se aproximarem delas pelo perigo.

Também enviou mensagem para as pessoas cadastradas, informou.

Caravelas-portuguesas agrupadas junto com o lixo trazido pelas ondas em Kosai (Chunichi)

Foram encontradas agrupadas em 5 a 10 unidades, no meio dos lixos trazidos pelo mar, em diversos pontos na praia. Se for picada por uma caravela-portuguesa pode ter choque anafilático, causa de morte.

Em geral, elas costumam ter cerca de 10cm, mas as encontradas eram menores. “Por favor, jamais toque nelas”, alertou um funcionário da prefeitura ao jornal Chunichi.

Se ainda não leu a matéria sobre as caravelas-portuguesas toque aqui para abri-la.

Além delas, tome cuidado com as água-vivas também. Leia a matéria sobre elas tocando aqui.

Fonte e foto: Chunichi Shimbun Foto ilustrativa: Wikipedia

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância