Primeiro caso de peste suína em Aichi: sacrifício de 6,6 mil porcos

A confirmação de peste suína clássica ocorreu na terça-feira, encontrado em uma criação de porcos na cidade de Toyota. É o primeiro caso em Aichi.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa: PxHere

Foi confirmada a peste suína em uma suinocultura de Toyota (Aichi), na terça-feira (5). Com a série de infecções constatadas em Gifu, esse foi o primeiro caso em Aichi, além dos javalis silvestres.

Publicidade

Um suinocultor informou para a província que parte dos animais estava sem apetite. Na segunda-feira (4), foram realizados exames e o resultado foi positivo no dia seguinte.

Dessa fazenda foram expedidos 1.140 leitões para outros criadouros de Gifu e Nagano até a terça-feira.

Há cerca de 6,6 mil porcos, os quais a província decidiu sacrificá-los para evitar a propagação da infecção.

O mesmo suinocultor tem uma outra fazenda em Tahara (Aichi), onde cria cerca de 1,6 mil cabeças. Como medida preventiva, estão sendo realizados exames nesse local também.

Em Gifu, já foram sacrificados porcos de 8 fazendas. Em Aichi, foram encontrados javalis infectados em Kasugai e Inuyama.

Fontes: Tokai TV e NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Trabalhadores brasileiros brigam por igualdade na justiça contra Nitto Denko

Publicado em 6 de fevereiro de 2019, em Sociedade

Começou o julgamento pela igualdade salarial entre trabalhadores brasileiros e japoneses da Nitto Denko, no Tribunal de Tsu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Nitto Denko de Kameyama (Tokai TV)

Um trabalhador brasileiro entrou com uma ação contra a Nitto Denko de Kameyama (Mie). O julgamento teve início na terça-feira (5) no Tribunal de Tsu para requerer igualdade salarial, onde a empresa demonstrou posição de briga.

Publicidade

O requerimento é de indenização compensatória no valor de 125 milhões de ienes como ajuste dessa diferença salarial em relação aos japoneses. São 57 trabalhadores brasileiros por contrato que querem igualdade nos salários, já que executam o mesmo trabalho dos funcionários regulares.

O lado da empresa demonstrou posição de oposição informando que os detalhes da refutação ficarão para a próxima audiência.

Um dos brasileiros afirmou que a disparidade existe. “Os trabalhadores yuuki shain executam as mesmas tarefas, mas não recebem bônus como os funcionários regulares”, contestou.

Um dos brasileiros que entrou na justiça para requerer igualdade salarial (Tokai TV)

Fonte: Tokai TV 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância