Companhias aéreas suspendem utilização do Boeing 737 Max 8

Muitas aéreas suspenderam o uso de Boeings 737 Max 8 após a queda de uma aeronave da Ethiopian Airlines do mesmo modelo.

Várias companhias aéreas chinesas serão afetadas pela suspensão, incluindo a Air China, a China Eastern e a China Southern Airlines (ilustrativa/banco de imagens)

Várias companhias aéreas suspenderam o uso de aviões Boeing 737 Max 8 após a queda de uma aeronave da Ethiopian Airlines do mesmo modelo.

Publicidade

O avião caiu minutos após decolar no domingo (10) matando todas as 157 pessoas a bordo.

Esse foi o segundo desastre em cinco meses envolvendo um Boeing 737 Max 8.

Autoridades reguladoras da aviação na China e na Indonésia suspenderam voos que usam o modelo. A Ethiopian Airlines, a Cayman Airways e a Comair, também suspenderam as operações de suas aeronaves Boeing 737 Max 8.

Enquanto especialistas alertam que é muito cedo para dizer o que causou o desastre da Ethiopian, ele ocorre após a queda de um mesmo modelo operado pela Lion Air em outubro.

O avião perdeu altitude logo após decolar, matando 189 pessoas a bordo.

“Visto que os dois acidentes envolveram aviões Boeing 737 Max 8 recém-entregues e aconteceram durante a fase de decolagem, eles têm algum grau de similaridade”, disse a Administração de Aviação Civil da China em uma declaração.

A reguladora chinesa ordenou às companhias aéreas locais que suspendessem até as 18h de segunda-feira (11) todos os voos que usam o modelo 737 Max 8.

Air China, China Eastern Airlines, Kunming Airlines e a China Southern Airlines estão entre as aéreas afetadas. Mais de 90 modelos Boeing 737 Max 8 estão em uso na China continental.

O Ministério dos Transportes da Indonésia disse que inspeções começariam nesta terça-feira (12) em um dos aviões da Garuda Indonesia e 10 operados pela Lion Air. Os aviões não serão usados até que sejam liberados pela reguladora de segurança.

O modelo 737 Max 8 é relativamente novo nos céus, estando em uso comercial desde 2017.

A Boeing disse que estava “profundamente triste” com a queda do avião da Ethiopian e estava enviando uma equipe para fornecer assistência técnica na investigação.

A investigação será realizada pelas autoridades da Etiópia se coordenando com equipes de especialistas da Boeing e do Conselho de Segurança dos Transporte Nacional dos EUA.

O governo indiano disse que estava discutindo a situação com as reguladoras locais. A Jet Airways e a SpiceJet – nenhuma das quais fez qualquer comentário – ambas usam o modelo 737 Max 8.

A Comair, que tem a franquia para a British Airways na África do Sul, disse que estava removendo seus modelos 737 Max 8 de seu cronograma enquanto ela “consulta outras operadoras, a Boeing e especialistas técnicos”.

Quais companhias aéreas usam o 737 Max 8?

De acordo com o site da Boeing, entregas de modelos 737 Max 8 foram feitas a 16 companhias aéreas.

O TUI Group tem 15 em sua frota e disse que está em contato próximo com a fabricante, mas não tem planos de tirá-los do serviço. Ela é a única companhia que tem aviões do tipo registrados junto à Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido.

Um porta-voz da Flydubai disse à Reuters que a companhia está “monitorando a situação”.

A Norwegian Airlines, que tem 18 em sua frota operando amplamente entre a Irlanda e os EUA, continua usando os aviões.

Seu diretor das operações de voo disse que a companhia seguirá quaisquer recomendações da Boeing e das autoridades da aviação. Ela tem três – incluindo uma que opera de Londres Gatwick para Helsinque – em uso atualmente.

A SilkAir de Singapura disse que estava em contato com a Boeing e que todos os seus voos que usam a aeronave 737 Max 8 – das quais ela tem seis – estão operando normalmente, enquanto a Air Italy também está operando seus aviões como de costume.

Várias companhias aéreas norte-americanas também operam o modelo de aeronave e disseram que estão monitorando a investigação.

A Southwest Airlines opera 34 aviões do modelo 737 Max 8 e disse que estava em contato com a Boeing e operando normalmente.

A American Airlines e a Air Canada, cada, tem 24 aviões do modelo em suas frotas.

O Ministério dos Transportes do Japão informou que nenhuma companhia aérea nacional usa o modelo, embora a ANA- All Nippon Airways tenha planos de introduzi-lo em fases a partir de abril de 2021, divulgou a NHK.

Fonte: BBC

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Faltam 500 dias para as Olimpíadas em Tóquio

Publicado em 12 de março de 2019, em Sociedade

Esta terça-feira marca exatamente 500 dias até o início dos Jogos Olímpicos de Verão em Tóquio.

Quinhentos dias até o início das olimpíadas (NHK)

Esta terça-feira (12) marca exatamente 500 dias até o início dos Jogos Olímpicos de Verão em Tóquio.

Publicidade

A cerimônia de abertura será realizada no Novo Estádio Nacional na capital do Japão em 24 de julho do próximo ano.

Fora de Tóquio, os organizadores planejam usar a instalação de treinamento de futebol Fukushima J-Village para o início do revezamento da tocha olímpica.

A J-Village foi usada como local de resposta a desastres após a fusão nuclear de Fukushima.

Nesta terça-feira os organizadores vão revelar um conjunto de pictogramas desenvolvidos para guiar os espectadores nos locais olímpicos.

Os organizadores também precisam considerar maneiras de abrandar potencial congestionamento no tráfego na capital. Os locais olímpicos estão dispersados pela parte central de Tóquio para que o grande número de atletas e espectadores circulem pela cidade.

O comitê organizador e os governos metropolitano e central estão buscando soluções para manter o transporte funcionando estavelmente.

Fonte: NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!