Morre o lendário tricampeão de Fórmula 1 Niki Lauda

Uma das maiores personalidades do automobilismo, Niki Lauda, que foi 3 vezes campeão da Fórmula 1, morre aos 70 anos.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

NIki Lauda, tricampeão da Fórmula 1 (Wikipedia)

O austríaco nascido Andreas Nikolaus Lauda, lendário piloto tricampeão da Fórmula 1 e empreendedor morreu aos 70 anos, em Viena.

Publicidade

Ele teve falência renal depois de um transplante de pulmão no verão do ano passado.

“Com profunda tristeza, anunciamos que nosso amado Niki morreu pacificamente com sua família na segunda-feira, 20 de maio de 2019. Suas realizações únicas como atleta e empreendedor são e permanecerão inesquecíveis; seu incansável entusiasmo pela ação, sua franqueza e sua coragem permanecem um modelo e uma referência para todos nós. Era um marido amoroso e atencioso, pai e avô longe do público, que sentirá sua falta” diz o comunicado dos familiares.

Lauda foi campeão pela Ferrari em 1975 e 1977, depois em 1984 com a equipe da McLaren.

Quem acompanha a Fórmula 1 deve se lembrar do acidente em 1976, no GP da Alemanha, quando ficou gravemente queimado. Mas, 6 semanas depois surpreende ao retornar às corridas.

Ele foi presidente não-executivo do Mercedes F1 Team por quase uma década, desde 2012. Lauda era também um apaixonado por avião, tendo licença de piloto comercial e empreendeu fundando companhias de aviação.

Lauda fica para sempre na história como piloto, aviador e empreendedor que deixou um legado no mundo.

Fontes: Mainichi, BBC e Racing Clothesline

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mais um japonês condenado à prisão na China

Publicado em 21 de maio de 2019, em Ásia

Esse foi o sétimo homem condenado a ficar preso na China, acusado de espionagem como os demais. Veja mais informações.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Bandeira da China (Flickr)

De acordo com informações obtidas pela FNN, através de sua fonte, soube-se na segunda-feira (20) que mais um cidadão japonês foi condenado na China, por espionagem.

Publicidade

Segundo a fonte, o réu tem idade na faixa dos 50 anos e foi preso em março de 2017 na província de Hainan, no sul do país. O tribunal local o condenou a 15 anos de reclusão além de confiscar 1,6 milhão de ienes de seus bens pessoais, na segunda-feira. O réu respondeu pelo crime de obtenção ilegal de informações confidenciais do país para repasse ao exterior.

Sabe-se que esteve visitando o local para pesquisas geológicas sobre o desenvolvimento das fontes termais (onsen), mas não foi esclarecido especificamente qual conduta o culpou. O réu é uma pessoa da relação comercial de uma empresa de Funabashi (Chiba), segundo o jornal Asahi.

Pelo menos nove japoneses foram acusados de espionagem na China e esse foi o sétimo a ser condenado.  

Fontes: FNN e Asahi 

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância