Passa de 1,1 mil pessoas infectadas no Japão

Além do aumento do número de pessoas infectadas no domingo, foram informadas mortes de 5 pacientes em Hyogo, Osaka, Gunma e Saitama.

Atualizado na manhã de segunda-feira (PM)

Em Okayama foi constatado o primeiro caso de pessoa infectada no domingo (22), e também houve aumento em diversas províncias como Hokkaido, Aichi, Tóquio, Chiba, Osaka, entre outras. 

Publicidade

Em Kawasaki (Kanagawa) testou positivo uma mulher estrangeira que veio a turismo com seu marido, em 15 deste mês. Eles visitaram Quioto e Kanazawa e na volta para Kawasaki sentiu-se mal. No sábado fez exame do novo coronavírus e recebeu o resultado positivo no domingo.

Segundo os governos locais e o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, são 1.101 pessoas testadas positivo no Japão, incluindo as que retornam para casa em aviões fretados e funcionários do governo.

Além disso, são 712 passageiros e tripulantes do navio de cruzeiro, elevando o total para 1.813.

Até a manhã de segunda-feira (23) são 41 mortes, 272 pessoas que se recuperaram e tiveram alta hospitalar e 788 internadas. 

Veja o quadro das pessoas infectadas pelo Covid-19 no Japão. 

Região Província N.º Infectados Mortes
Norte/Nordeste
Hokkaido 162 6
Miyagi 1
Akita 2
Fukushima 2
Kanto
Tochigi 4
Gunma 11 1
Ibaraki 4
Saitama 51 1
Chiba 44
Tóquio 138 4
Kanagawa 77 4
Hokuriku
Niigata 27
Ishikawa 8
Fukui 1
Koshin
Nagano 4
Yamanashi 2
Tokai
Shizuoka 3
Aichi 143 16
Gifu 5
Mie 9
Kinki
Shiga 4
Quioto 24
Osaka 131 2
Hyogo 111 6
Nara 9
Wakayama 17 1
Chugoku
Okayama 1
Hiroshima 3
Yamaguchi 4
Shikoku
Tokushima 1
Kagawa 1
Ehime 3
Kochi 12
Kyushu/Sul
Fukuoka 5
Saga 1
Nagasaki 1
Kumamoto 7
Oita 21
Miyazaki 3
Okinawa 3
Voos fretados da China 14
Funcionários do governo 27
TOTAL DENTRO JAPÃO 1.101 41
Cruzeiro Diamond Princess 712 8
TOTAL DO JAPÃO 1.813 49
Fontes: News Digest e NHK

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Osaka é uma das cidades mais caras do mundo para viver

Publicado em 23 de março de 2020, em Notícias do Mundo

Osaka, Singapura e Hong Kong compartilharam o primeiro lugar na Pesquisa de Custo de Vida Mundial 2020 da Economic Intelligence Unit.

A famosa área de Dotonbori em Osaka, à noite (PM)

O panorama econômico global poderia ser muito diferente nessa época no próximo ano, mas as cidades mais caras do mundo de 2020 foram reveladas – e o primeiro lugar não pertence a apenas uma única cidade, mas sim a três.

Publicidade

Hong Kong, Singapura e Osaka são juntas as líderes da Pesquisa de Custo de Vida Mundial 2020 da Economist Intelligence Unit – EIU.

A cidade japonesa de Osaka toma o lugar de Paris no pódio, formando um trio asiático de ganhadores neste ano.

Nova York subiu para a 4ª posição enquanto Los Angeles para a 8ª. Isso foi levado, segundo o EIU, pela “forte moeda local e demanda doméstica firme” aumentando os preços para roupas e serviços domésticos.

A pesquisa bianual, que avalia o custo de mais de 160 produtos e serviços em 133 cidades em todo o mundo, vem sendo realizado há mais de 30 anos.

Subidas e quedas

A capital francesa caiu para o 5º lugar, junto com outra cidade europeia, Zurique.

A pesquisa cita uma clara tendência em todas as 37 cidades europeias pesquisadas: tirando Moscou, São Petesburgo, Kiev e Istambul, todas caíram nos rankings em 2020.

“Modesta demanda doméstica e preços de energia global fracos mantiveram pressões inflacionárias contidas em toda a Europa no ano passado”, disse a EIU.

Tel Aviv é a única cidade do Oriente Médio nas top 10, e saltou três lugares neste ano para a 7ª posição, o que a EIU atribui aos altos custos de transporte.

Um fortalecimento do iene neste ano levou Tóquio, tal como Osaka, a subir no ranking, desta vez para se juntar à 8ª posição, junto com Los Angeles.

A cidade de Genebra, uma vigorosa nas top 10 da pesquisa, caiu do 5º para o 10º lugar, enquanto Copenhague, que estava em 7º no ano passado, saiu das top 10 inteiramente.

O resto da lista

Um dólar americano forte significou que 15 de 16 cidades dos EUA pesquisadas subiram no ranking neste ano.

A depreciação da moeda, enquanto isso, estava por trás da capital sul-coreana Seul, saindo das top 10, disse a EIU.

Mundialmente, o custo de vida caiu 4% neste ano. “Isso reflete principalmente o impacto sobre moedas globais em relação à política de facilitação monetária, incerteza em torno da guerra comercial entre EUA e China – que colocou pressão sobre algumas moedas de mercados emergentes – e a força da economia dos EUA”, segundo o relatório.

Damasco, na Síria, ficou nos últimos lugares nos rankings mundiais, seguida por Tasquente no Usbequistão.

As cidades mais caras para morar em 2020:

1- Singapura

1- Osaka

1- Hong Kong

4- Nova York

5- Paris

5- Zurique

7- Tel Aviv

8- Los Angeles

8- Tóquio

10- Genebra

Fonte: CNN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
Kumon - aprenda japonês e tenha mais oportunidades!