Cancelado o Grande Prêmio do Japão da Fórmula 1

Pelo segundo ano consecutivo a esperada competição foi cancelada no Japão, por causa do novo coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem da Fórmula 1 de 2019 fornecida pelo Circuito de Suzuka, via Car Watch

Na quarta-feira (18) a empresa gestora do Circuito de Suzuka, Mobilityland, anunciou o cancelamento do Grande Prêmio Japão, da Fórmula 1, o qual aconteceria entre 8 e 10 de outubro.

Publicidade

O cancelamento ocorre pelo segundo ano consecutivo porque a empresa gestora considerou não poder receber com segurança todos os envolvidos e convidados estrangeiros, até a data marcada, por causa da atual situação da disseminação do novo coronavírus.

“Foi uma decisão muito dolorosa, frustrante e decepcionante, de cancelar o evento pelo segundo ano consecutivo, mas a partir deste momento começaremos a nos preparar para o Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1 do próximo ano”, disse o presidente Tanaka, da Mobilityland.

Também disse que havia uma forte expectativa de ver o retorno triunfante de Yuki Tsunoda, o primeiro piloto japonês em sete anos.

Fontes: CTV e Car Watch

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Artes em campos de arroz ganham vida em Saitama

Publicado em 19 de agosto de 2021, em Conhecendo o Japão

Uma imagem do Monte Fuji com grandes ondas e um poderoso ator de kabuki são exibidos de forma dinâmica.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A paisagem na cidade de Gyoda (Saitama) se transformou em uma tela gigante mostrando temas ukiyo-e e kabuki na forma de dinâmica arte em arrozal.

Devido à pandemia de coronavírus, a exibição foi cancelada em 2020 e o tema para o evento deste ano, o 13º de seu tipo, é “Japonismo revivido em campos de arroz: ukiyo-e e kabuki”. A arte em arrozal em Gyoda já foi certificada pelo Guinness World Records como a maior de seu tipo.

Em uma tela de cerca de 2,8 hectares de campos de arroz, uma imagem do Monte Fuji com grandes ondas do artista do período Edo Katsushika Hokusai e um poderoso ator de kabuki são exibidos de forma dinâmica.

Esse trabalho é manifestado usando perspectiva e se você observá-lo do nível do chão verá apenas um arrozal comum. A arte pode ser apreciada de um observatório de 50 metros de altura.

A obra de arte exibida em 4 cores diferentes de arroz é incrivelmente poderosa. Neste ano, eles usaram um arroz de crescimento mais lento chamado yukiasobi, que parece ter melhorado o efeito 3D ainda mais.

A melhor época para ver a arte é em todo o mês de agosto, mas ela pode ser apreciada até a colheita em outubro. O valor de entrada custa 400 ienes para adultos.

Pafa mais informações, toque aqui (em japonês)

Fonte: Mainichi

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades