Facebook está planejando mudar de nome

A companhia planeja anunciar o novo nome na próxima semana, divulgou o Verge.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Facebook com outro nome? (banco de imagens)

O Facebook está planejando alterar seu nome por um focado no metaverso, segundo reportagem do Verge na terça-feira (19), visto que o gigante da tecnologia enfrenta críticas de reguladoras em todo o mundo sobre sua prática de negócios.

A companhia planeja anunciar o novo nome na próxima semana, divulgou o Verge, citando uma fonte com conhecimento direto do assunto. O Facebook quer ser conhecido além de uma mídia social, de acordo com a publicação da empresa de tecnologia.

O Facebook não comenta sobre rumor ou especulação, disse um porta-voz da companhia em resposta a uma pergunta sobre a potencial mudança de nome.

Além de sua rede de mídia social emblemática, o Facebook também detém o Instagram e o WhatsApp. Uma mudança de nome poderia posicionar as três megaplataformas sob uma marca Umbrella, similar à estrutura usada pelo Google, que é vinculado à companhia Alphabet.

A mudança de nome pode refletir a direção do Facebbok. O metaverso se refere aos esforços para combinar tecnologias de realidade virtual e aumentada em um novo domínio.

A ideia é criar um espaço similar à internet, onde usuários (via avatares digitais) podem caminhar e interagir uns com os outros. Em teoria, os usuários poderiam se sentar à mesa durante uma reunião virtual com colega remotos, e então ir até uma Starbucks para se encontrar com um amigo.

O Facebook anunciou no início desta semana que contrataria 10 mil pessoas na Europa para trabalhar na criação do metaverso.

Uma alteração de marca poderia ser parte de um esforço para renovar a reputação do Facebook após um tsunami de más notícias ligadas à desinformação em suas plataformas, falhas de moderação de conteúdo e revelações sobre o efeito negativo que seus produtos têm sobre a saúde mental de alguns usuários.

Fonte: CNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Nova fábrica de chips no Japão custará US$7 bilhões

Publicado em 21 de outubro de 2021, em Sociedade

A fabricante de chips de memória dos EUA construirá uma nova fábrica em seu local japonês de produção em Hiroshima.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Fábrica será em Hiroshima (Wikimedia)

Micron construirá fábrica de US$7 bilhões no Japão pra expandir produção de chips DRAM

A fabricante de chips de memória dos EUA, a Micron Technology, construirá uma nova fábrica em seu local japonês de produção em Hiroshima a um custo de ¥800 bilhões (US$7 bilhões), divulgou o jornal Nikkan Kogyo na quarta-feira (20).

A nova instalação fabricará chips DRAM (Memória Dinâmica de Acesso Aleatório), os quais são amplamente usados em data centers com a produção programada para começar em 2024, disse a reportagem, sem citar fontes.

Autoridades da Micron no Japão não estavam imediatamente disponíveis para comentários.

A demanda de dispositivos eletrônicos principalmente por pessoas que ficaram em casa por causa da pandemia de Covid-19, está causando grande escassez de chips, o que forçou algumas empresas, como montadoras e fabricantes de smartphones, a reduzirem sua produção.

Isso também reduziu as vendas de chips de memória DRAM, mas alguns observadores da indústria esperam que a demanda se recupere auxiliada por uma expansão de data centers.

A reportagem ocorre após a gigante de chips Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSMC) ter anunciado planos na semana passada para construir uma fábrica no Japão, a qual reportagens da mídia dizem ser parcialmente custeada pelo governo japonês.

O Japão quer atrair fabricantes de chips ao país para garantir que suas empresas tenham acesso direto para fornecimentos de semicondutores necessários a fim de manter sua economia competitiva.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Info para brasileiros de Mie-ken
Kumon - aprenda japonês e tenha oportunidades