Aichi: teste de antígeno gratuito nos centros de saúde

Em Aichi as pessoas assintomáticas podem fazer o teste de antígeno gratuitamente. Mie e Gifu mudaram a política para todos que queiram fazer o teste.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa de teste de antígeno (Pixabay)

Na terça-feira (28) o governador da província de Aichi, Hideaki Omura, informou sobre a realização de teste de antígeno gratuitamente para a população, após a confirmação de mais 2 casos de infecção pelo coronavírus com a variante ômicron, adquirida na comunidade.

Publicidade

A partir de quarta-feira (29) as pessoas com suspeita de contágio, mas assintomáticas, podem ir até o centro de saúde da cidade e solicitar o teste de antígeno. A partir de 4 ou 5 de janeiro os testes estarão disponíveis também em redes de drogarias da província, com total estimado de 170 estabelecimentos.

Informou que não é preciso agendar pois disponibilizará 15 mil kits, inicialmente.

Mie e Gifu

Depois dos anúncios de confirmação de novos casos da variante ômicron nas províncias vizinhas de Aichi e Quioto, o governador de Mie, Katsuyuki Ichimi, que havia anunciado que os testes eram voltados para as pessoas que não puderam ser vacinadas, informou que as assintomáticas e com dúvida podem fazer o teste em uma das 49 instituições médicas e drogarias

A província de Gifu também mudou a política de teste gratuito, cujo alvo era de pessoas que não puderam ser vacinadas, para todos que queiram fazê-lo, mesmo assintomáticos.

Fontes: Nagoya TV e Tokai TV

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Covid-19: ômicron pode contar por 90% dos novos casos em Osaka no mês de janeiro

Publicado em 29 de dezembro de 2021, em Sociedade

A variante ômicron tem mostrado baixo risco de causar sintomas graves, mas seu poder de infecção é motivo de preocupação.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Coronavírus em 3D (banco de imagens)

A variante ômicron do coronavírus deve contar por 90% dos novos casos de Covid-19 na província de Osaka, em meados de janeiro, de acordo com uma análise apresentada durante uma reunião de um conselho consultivo do ministério da saúde na terça-feira (28).

Publicidade

A proporção de casos de ômicron de Osaka deve passar dos 90% em 11 de janeiro, de acordo com a análise feita pelo professor da Universidade de Quioto, Hiroshi Nishiura, e outros especialistas.

O número de reprodução efetivo, ou o número médio de pessoas infectadas por um único portador, para a variante ômicron, é estimado em ser 2.64 vezes aquele da cepa delta em 11 de janeiro, de acordo com especialistas.

O conselho consultivo alertou que o número de pessoas que precisam ser hospitalizadas pode aumentar rapidamente devido à propagação da variante ômicron.

Enquanto a variante ômicron tem mostrado baixo risco de causar sintomas graves, seu poder de infecção é motivo de preocupação, disse o conselho consultivo.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância