Painel do ministério deve aprovar uso de medicamento da Merck para tratar Covid-19

É provável que o ministério autorize seu uso como o primeiro medicamento oral do Japão para tratar coronavírus.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa (PM)

De acordo com reportagem da NHK, um painel do Ministério da Saúde do Japão se encontrará em 24 de dezembro para discutir se aprovará o uso de um medicamento oral para tratar Covid-19 desenvolvido pela farmacêutica dos EUA Merck.

Publicidade

O painel deve aprovar o uso do molnupiravir na sessão. É provável que o ministério autorize seu uso como o primeiro medicamento oral do Japão para coronavírus dentro de vários dias da aprovação do painel.

A Merck solicitou aprovação no Japão em 3 de dezembro, dias após ela ter anunciado os resultados de um ensaio clínico do medicamento.

O ensaio envolveu pacientes adultos não hospitalizados com sintomas leves a moderados da Covid-19 que estavam sob alto risco de progredir para condição de doença severa, e ou internação.

A companhia disse que o ensaio mostra que o medicamento reduziu o risco de hospitalização ou morte em 30% se administrado dentro de 5 dias do início dos sintomas.

O uso do medicamento não é recomendado para gestantes.

Acredita-se que o molnupiravir ajudará a reduzir a carga sobre pacientes e instituições médicas, visto que o medicamento oral pode ser tomado em casa e é mais fácil de ser manuseado nos hospitais.

O ministério já entrou em acordo com a Merck sobre envios de doses do molnupiravir para 1,6 milhão de pacientes, com tratamentos para 200 mil previstos para chegarem até o fim deste mês.

Após a autorização, o ministério planeja distribuir prontamente as doses a farmácias e outras entidades designadas por governos provinciais para que pacientes possam começar a tomar o medicamento oral neste mês.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Usuário pode manter o mesmo endereço de e-mail após troca de operadora

Publicado em 16 de dezembro de 2021, em Economia

Uma das barreiras para mudar de operadora era a troca do endereço de e-mail. Agora, isso não é mais impedimento.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Logos das 3 operadoras (NHK)

As três principais empresas de telefonia móvel – NTT DoCoMo, KDDI au e SoftBank – informaram, na quarta-feira (15), que os usuários poderão manter o mesmo endereço de e-mail após a troca de operadora

Publicidade

Essa foi uma resposta ao pedido do governo para melhorar a concorrência, já que muitos dos usuários não trocaram de operadora por causa do endereço de e-mail. Esse era um dos fatores de retenção do cliente.

Isso vale também para a troca por um dos planos mais baratos, criados pelas 3 operadoras, como Ahamo da DoCoMo, UQ Mobile da KDDI ou Linemo e Yahoo! da SoftBank.

Para manter o mesmo endereço, duas operadoras irão cobrar uma taxa de serviço de 330 ienes, já com imposto, por mês. 

A NTT DoCoMo iniciará o serviço a partir de quinta-feira (16) e a KDDI au a partir do dia 20 deste mês.

A SoftBank irá cobrar 300 ienes mensais pelo novo serviço.

As 3 principais operadoras já eliminaram as taxas cobradas pela transferência e cada uma delas deve apresentar novos serviços para uma competitividade maior, favorável para os consumidores.   

Fontes: Yomiuri e NHK

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência