Volta das batatas fritas tamanhos M e L na rede McDonald’s Japan

A rede informou que conforme o prometido volta com as batatas fritas no seu menu.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagem ilustrativa (HP)

A rede McDonald’s Japan informou na quinta-feira (30), que conforme o prometido, as vendas das batatas fritas – McFried Potatoes – de tamanhos M e L voltarão ao normal no menu a partir das 10h30 de sexta-feira (31).

Publicidade

No Japão, desde 24, a rede só estava disponibilizando o tamanho S pela falta do produto

Um post no Twitter na quarta-feira (29), o qual foi apagado depois, o CEO da empresa de logística Flexport, Ryan Petersen, escreveu que contratou três 747 para transportar as batatas para o Japão, colocando emojis de batata, avião, bandeira do Japão e das fritas.

Não se sabe se o destino é a rede norte-americana, mas irá suprir a falta no mercado japonês.

Por coincidência, a rede McDonald’s informou que providenciou aviões para acabar com essa escassez do produto que vem da América do Norte – Canadá e EUA

Print do post que foi apagado do Twitter

Fontes: ANN e Yomiuri

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Ômicron e delta estão causando um ‘tsunami’ de casos de covid-19, diz OMS

Publicado em 30 de dezembro de 2021, em Notícias do Mundo

Combinação das variantes ômicron e delta está conduzindo a um perigoso ‘tsunami’ de casos de covid-19, disse a OMS.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Coronavírus em 3D (ilustrativa/banco de imagens)

A combinação das variantes ômicron e delta está conduzindo a um perigoso tsunami de casos de covid-19, disse o chefe da Organização Mundial da Saúde.

Publicidade

As palavras de Tedros Adhanom Ghebreyesus vêm enquanto os EUA e países por toda a Europa reportam novos casos.

A França teve o maior número diário de casos de Covid-19 já registrado na Europa pelo segundo dia seguido, com 208 mil.

Os EUA reportaram uma média recorde de 265.427 casos por dia na última semana, de acordo com a Johns Hopkins.

Dinamarca, Portugal, Reino Unido e Austrália também reportaram número recordes.

Estudos sugerem que a ômicron – variante que se tornou dominante rapidamente em vários países – é mais leve do que a delta, mas bem mais contagiosa.

Acredita-se que ela esteja conduzindo ao aumento de casos, com o ministro da saúde francês Olivier Véran dizendo aos repórteres que ele “não falaria mais em onda quando cita a ômicron, mas em um maremoto”.

Entretanto, Tedros alertou que era a “ameaça gêmea” da ômicron e da delta que estava por trás da carga total dos casos.

“Isso continuará a colocar imensa pressão sobre exaustos profissionais da saúde e sistemas hospitalares à beira do colapso”, acrescentou o chefe da OMS.

No momento, cerca de 900 mil casos de coronavírus estão sendo reportados no mundo todos os dias, divulgou a Reuters.

Fonte: BBC

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância